Para quem investe, os altos e baixos do que acontece na #Economia são determinantes para decidir quais serão os melhores investimentos. A política não fica de fora da atenção dos investidores, já que as decisões que ocorre no Brasil e no mundo têm reflexos no mercado.

A palavra “perder” não é algo que o investidor tem em mente, e para não ocorrer isso a melhor maneira está na diversificação. Colocar o dinheiro em várias frentes ou, em um português mais claro, pôr os ovos em cestas diferentes é a oportunidade para ter pouca perda. Os investimentos de Multimercado são uma destas cestas, mas de uma maneira diferente das normais, como #renda fixa e ações de empresas.

Publicidade
Publicidade

Nesta modalidade, o investidor tem a opção de investir tanto em moedas – como o dólar – quanto nos tesouros públicos, pois o Multimercado é um Fundo. O chamado Fundo Multimercado, que recebe a sigla FIM, é igual a uma cesta só que reúne todos os investimentos, fazendo o investidor ter a opção que melhor convém.

Em outros ativos é importante que o investidor saiba o seu perfil, se é mais conservador indo para as rendas fixas ou se prefere ter mais risco. No Multimercado a diferença está também neste ponto. Não sabendo qual a melhor opção, e analisando o mercado financeiro e a economia, que apresenta situações para as ações terem valorização ou não, é possível investir nas duas frentes e assim ter ganhos sempre.

Estratégia, do inglês strategy

Para facilitar na hora de investir, é possível montar estratégias dentro do Multimercado que ajudarão ao investidor ter um controle melhor dos investimentos que estão sendo feitos.

Publicidade

Isso será uma ajuda para também não perder o foco, imaginando que os investimentos serão feitos a longo prazo, algo tradicional no mundo dos negócios financeiros. Uma das formas de investir no Multimercado está em especificar o que será investido. Por exemplo, um interessado nas finanças pode decidir entre renda fixa e moeda. Então, ele teria apenas estas duas escolhas nos investimentos – o que é ótimo, pois elas se relacionam – mas, não poderia investir em outros, já que a estratégia será limitada. Há também a possibilidade de não limitar o capital e ter uma liberdade na hora de ter sua aplicação, envolvendo os melhores ativos que o fundo administra.

Encarar os riscos de um multimercado não é opção para o investidor deste ativo. Seja conservador ou mais “corajoso”, todos estão propensos a ter perdas ou ganhos menores, já que passar por uma grande crise, como 2008, é possível e em casos extremos deste tipo as perdas ocorrerão. O ponto positivo é que são raros estes casos e a volatilidade – a variação do preço – tem baixo percentual para o Multimercado, sendo menor do que ações flexíveis, mas alta em comparação com as das moedas estrangeiras, como o dólar.

Publicidade

Taxa de Administração

Neste ponto a importância é grande. A taxa de administração é cobrada do investidor para pagar tanto os funcionários como os custos da corretora do fundo. A atenção precisa ser dada no quanto o fundo cobra, já que acima de 2,5% - 3% é melhor procurar outro fundo ou #investimento, pois a rentabilidade irá ser bem pequena. Normalmente, o multimercado tem taxas de ADM que vão de 1% - 2%, algo que é aceitável.

Outra taxa está na performance que a equipe do fundo terá sobre os rendimentos se ocorrer uma lucratividade acima do índice de referência que já existe na corretora. O termo é conhecido como Benchmark e as taxas são acima do CDI, porcentagem usada para aplicações mais conservadoras e da Bolsa de valores, a Ibovespa, quando lidar com ações flexíveis.

O leão do IR também ronda quem investe nos Fundos Multimercado e quer dar uma “mordida” na rentabilidade do investidor. Em investimentos a curto prazo, algo menor do que um ano, o imposto será cobrado quando o investidor resgatar o seu dinheiro. A porcentagem será de 22,5% para o prazo de 180 dias e 20% acima de 180 dias, chegando a 360 no total. Para investimentos a longo prazo, a “mordida” do leão vai sendo menor pelo tempo que o investimento estiver no fundo - 17,5% para um ano cheio e 15% para mais de 720 dias.

O Multimercado é uma ótima opção para quem quer diversificar os investimentos, seja o investidor com perfil conservador ou com mais gosto ao risco.