O Bitcoin iniciou o ano de 2017 com uma valorização surpreendente. Para se ter uma ideia da dimensão do gráfico de ascensão da moeda virtual, no dia 1º de janeiro deste ano, ela era cotada a US$ 997,67 e chegou a atingir em junho a marca histórica de US$ 3.025,47, acumulando uma super valorização de 200%.

Entretanto, após este período de forte crescimento, a moeda perdeu mais de 15% de valor e o prognóstico é de que ela continue a cair para só então entrar em sua quinta onda de crescimento e beirar a casa dos US$ 4.000,00 nos próximos meses.

Entenda o que são criptomoedas

Criptomoeda é a denominação comum para moedas digitais baseadas em protocolos de criptografia e algoritmos próprios.

Publicidade
Publicidade

Essas moedas são geradas por computadores através da resolução de cálculos matemáticos complexos e usam a internet como seu meio de circulação.

As criptomoedas não possuem nenhum órgão de regulamentação externo, ou seja, seu preço irá variar conforme oferta e demanda.

Atualmente o ##Bitcoin é a moeda virtual mais conhecida e valorizada no mundo.

Aceitação do bitcoin no varejo é baixa e está em queda

Segundo as pesquisas do Business Insider, a quantidade de lojas que aceitam o Bitcoin como forma de pagamento tem caído drasticamente. Entre 2016 e 2017, esta queda representou 50% do total.

Uma das razões para que isto aconteça é que as pessoas tem utilizado o Bitcoin como reserva de ativo e não como moeda corrente. Isto desestimula o mercado.

Por outro lado, as altas taxas cobradas nas transações com a criptomoeda tornam compras de baixo valor inviáveis.

Publicidade

Há semanas o mercado das moedas virtuais opera no vermelho

As quatro principais criptomoedas: Ethereum, Zcash, Litecoin e Bitcoin, tem tido dias difíceis, pelo fato de que ou estão em queda ou simplesmente estão estagnadas.

Para investir em Bitcoins ou em qualquer outra criptomoeda é necessário bastante sangue frio. Isto porque sua volatilidade faz com que ganhos e perdas bruscas aconteçam no curto prazo.

Existem várias maneiras de ganhar essas moedas virtuais, sem necessariamente investir #Dinheiro. Inclusive estas maneiras são no momento as mais seguras para quem deseja criar uma reserva, sem correr o risco de perder capital alocado diretamente.

Luz no fim do túnel

Para o chefe de estratégias da Goldman Sachs, Sheba Jafafi os ##investidores não tem com que se preocupar. Segundo ele, após esta queda temporária o Bitcoin poderá registrar uma alta recorde, chegando próximo dos US$ 4.000,00, e marcar assim a sua quinta onda histórica de valorização.

Quem tem cabeça de investidor sabe que deve aguardar a especulação do mercado cessar e não tomar decisões precipitadas para não perder #dinheiro.