Atitude inédita da Caixa Econômica Federal [VIDEO], em parceria com o #governo federal, vai distribuir parte dos lucros obtidos pelo FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) aos trabalhadores. O valor é referente à divisão do lucro de R$ 7,28 bilhões entre as mais de 245 milhões de contas do Fundo de Garantia. De acordo com a #Caixa, cada conta receberá aproximadamente R$ 30 e os depósitos começam a partir de segunda-feira (14).

O montante do lucro é metade do que foi arrecadado através das aplicações dos recursos do fundo em obras de infraestrutura em 2016. Eles serão creditados até dia 31 de agosto de maneira proporcional ao saldo disponível em conta no dia 31 de dezembro do ano passado.

Publicidade
Publicidade

Apenas quem foi demitido sem justa causa ou pretende comprar um imóvel poderá sacar o benefício. Há também outras regras que precisam ser seguidas para que o beneficiário tenha acesso ao valor e devem ser conferidas no site da Caixa. Para consultar os valores, os trabalhadores que se encaixam nas diretrizes do benefício podem entrar em contato com a Caixa pelo telefone 0800 726 2017 ou através do site banco.

Segundo o presidente Michel Temer, o objetivo da divisão de lucros do FGTS é tornar a remuneração do fundo menos desvantajosa. A declaração foi feita por Temer em um evento realizado em São Paulo na última terça-feira (8). A partir desta decisão, a distribuição de lucros do rendimento do FGTS em 2017 será de 7,14%. Segundo a Caixa, 88 milhões de trabalhadores terão acesso ao rendimento.

Publicidade

Economia brasileira

Ronaldo Nogueira, ministro do Trabalho e presidente do Conselho Curador do FGTS, afirmou que o governo segue implantando medidas com o intuito de melhorar a economia do país desde o primeiro semestre de 2016 e que já nos primeiros sete meses de 2017 foi possível perceber que elas estão causando impactos positivos para a sociedade.

Ainda de acordo com o ministro, o saque das contas inativas do FGTS, que terminou no fim de julho, injetou R$ 44 bilhões na economia, melhorando as expectativas do mercado. Para ele, essas ações contribuem na reversão da situação de desemprego no Brasil.

Para o presidente Michel Temer, a distribuição dos lucros do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço é uma conquista dos trabalhadores brasileiros e que só foi possível graças à modernização da legislação trabalhista. As declarações foram dadas durante cerimônia realizada no Palácio do Planalto na tarde de quinta-feira (10). Ainda de acordo com o presidente, a nova legislação trabalhista permitirá estimular o emprego e a formalidade dos trabalhadores. #;FGTS