Um dos principais programa de governo no Brasil é o Bolsa Família. Instituído pelo governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o programa tinha como objetivo ajudar no combate à fome no país. Com o tempo, ele foi melhor readequado e hoje está mais vinculado com a garantia de que as crianças não vão parar de estudar por questões financeiras de seus pais.

Nesta sexta-feira (11), no entanto, o #governo federal anunciou que mais de 500 mil famílias deixaram de recebe o Bolsa Família. Nunca em um único mês houve tantas reduções no programa. O atual número chega aos patamares de 2010.

Saiba quem perdeu o Bolsa Família: O que fazer?

O portal de notícias UOL fez uma reportagem com pessoas que agora se perguntam o que fazer para conseguir de volta o benefício.

Publicidade
Publicidade

No geral, o governo federal diz que o Bolsa Família foi tirado apenas de quem mudou o seu status social, ou seja, não precisa mais do benefício, ou infringiu alguma das regras do serviço.

"Estão tirando tudo de nós, até os nossos direitos", disse uma mãe desolada ao UOL. Quem perdeu o Bolsa Família e quer continuar a receber a quantia do governo, precisa ir em um dos postos de cadastramento com toda a documentação em dia.

Beneficiários do Bolsa Família dizem que governo não avisou que tiraria benefício

Ao conversar com quem perdeu o benefício, o UOL ouviu quase sempre a mesma resposta, que os próprios beneficiários não entendiam porque ficaram sem o dinheiro do programa social.

Além disso, houve também gente que alertou para o fato de ninguém ter entrado em contato para falar que tiraria esse direito do cidadão.

Publicidade

Quem tem direito ao Bolsa Família? Como conseguir o cadastro no benefício social?

As famílias que têm direito a todos os benefícios oferecidos pelo programa Bolsa Família são aquelas em estado de extrema pobreza. Para se configurar nessa condição, elas precisam ter renda per capita menor que R$ 85,00.

Também podem receber o benefício do programa social as famílias em estado de pobreza. Nesses casos, elas devem possuir renda per capita de R$ 85,01 a R$ 170,00. Ou seja, uma família de quatro pessoas e onde uma trabalha com carteira assinada já não em direito ao benefício.

Governo diz que maior corte do Bolsa Família é culpa de Dilma. Ex-presidente diz que isso é 'estarrecedor'

O governo federal diz que todos esses cortes foram do governo anterior, ou seja, o da ex-presidente Dilma Rousseff. Ainda houve a informação da parte de Dilma que isso seria "estarrecedor" e que Michel Temer não assume os próprios erros. #Bolsa Familia