Publicidade
Publicidade

Dados divulgados no final de julho pela ANP (Agência Nacional do #Petróleo, Gás Natural e Biocombustível) mostram que a produção de petróleo no Brasil está maior vinda do pré-sal em comparação com o pós-sal em 1,352 milhão de barris por dia. Na última divulgação, relacionada ao mês de junho mostra alta de 3,2% na produção.

O presidente da #Petrobras, Pedro Parente, esteve em evento na cidade de São Paulo para comentar sobre o tema. Ele disse aos jornalistas que uma das mudanças foram os fortes investimentos que houve na empresa. Investimentos estes que baratearam o custo da extração no pré-sal chegando a US$ 8,00 o barril.

Publicidade

Para Pedro Parente, a demora em explorar a camada de pré-sal foi um problema.

A empresa estatal tem praticado uma política de preços na gasolina e diesel agressiva para competir com o mercado internacional. As refinarias têm trocado os preços - para igualar com os concorrentes - quase que diariamente. Outro destaque é a mudança da Petrobras para ganhar mercado no Brasil, vendendo gasolina no mesmo custo que no Golfo do México.

Produção mundial

A política da empresa de não vender abaixo da paridade fez perder mercado no país. Os concorrentes abaixaram os custos dos derivados, tornando o preço menor e fazendo a estatal perder terreno importante no Brasil.

Parente comentou sobre o que vem ocorrendo com o petróleo pelo mundo. A intenção do presidente da Petrobras é de que até 2022 a empresa continue forte na extração do óleo, mas ele acredita que em 2025 ocorreria o pico de consumo, tendo como base estudos comentados pelo próprio executivo.

Publicidade

Confiança da empresa

Após o grande escândalo de corrupção que houve na Petrobras, a intenção do presidente é de retomar a confiança que existia no mercado financeiro. Parente comentou que os cargos atualmente são decididos de forma aberta e também nenhuma compra ou obra da empresa é feita com apenas uma assinatura, como ocorria no passado.

As mudanças já começam a dar resultados, vistos nos pregões diário da Bolsa de Valores. Um dos termômetros da Bovespa são as ações da Petrobras. No mercado local, a Petrobras PN está em alta de 0,59% precificada em R$ 13,61 (15h40), com a Petrobras ON valorizada em 0,44% precificada R$ 14,03 (15h40).

Números positivos como estes fazem o índice Bovespa atuar em alta de 0,14% às 15h41. Para o presidente, a recomendação de compra das ações da empresa aumentou dentro dos bastidores do mercado. Se há um ano 6% dos analistas indicavam, hoje já são 75%, mudança que ocorre pelas novas atitudes que a empresa tem mostrado para o mercado. #Governo