Em queda, os papéis da Vale sofrem baixa no momento. O motivo ocorre pela queda do minério de ferro que teve resultado negativo nos mercados chineses em 1,71% sendo vendido a US$ 72,30 e nos mercados mundiais as operações também não foram satisfatórias da commoditie. Na segunda-feira (31), o minério de ferro apresentava 7% de alta, e nas semanas passadas, as negociações também estavam positivas, acima dos 10% pelos estoques chineses – sendo os maiores compradores da commodities – estarem aumentando, o que trouxe expectativa de venda para empresas mundiais e também as brasileiras.

Os papéis da companhia caem 0,76% para a Vale PNA e 0,77% (12h23) para Vale ON, com os preços abaixo dos R$ 31,00 para compra das duas #ações.

Publicidade
Publicidade

Com os mercados americanos e a Bovespa em operação, houve uma melhora no preço da mercadoria, havendo uma alta de 0,50% e valor em US$ 73,50. Abrindo em queda, a Gerdau PN vem se recuperando com valorização de 0,76% positivos com o preço de R$ 10,64.

Petrobrás com leve alta

Para o petróleo, o dia tem sido equilibrado no mercado mundial. Com as incertezas se a produção dos países que compõem a Opep (Organização dos Países Produtos de Petróleo) irá realmente reduzir a produção e ter um equilibro no preço da commodities, os mercados no momento estão cautelosos. O óleo WTI (Refinado), tem queda de 0,28% (12h26) custando US$ 49,40 o barril. A divulgação dos estoques americanos, que vinham em queda, surpreendeu com a divulgação do aumento em 1,8 milhão de barris, tirando o otimismo do investidor, pois o mercado americano pode se tornar mais duro.

Publicidade

O alívio poderia vir com a redução - esperada pelos investidores - de 2,9 milhão de barris, mas o número atualizado hoje, também dos estoques foi de 1,5 milhões.

A desconfiança sobre o cumprimento do acordo da Opep, aumentou após estudo da Reuters mostrar resultados na produção do petróleo estar acima do esperado. O estudo mostra o maior aumento do ano sobre a produção.

Irã problema?

A intenção da Opep e dos países produtores de petróleo, era de reduzirem as produções para aumentar o valor, mas analistas acreditam que não seria possível ocorrer este equilíbrio, já que existe uma suspeita do Irã estar exportando mais do esperado para o país e tal atitude alteraria o preço do petróleo no mercado.

No mercado externo, o bruto no momento é positivo em 0,63% (12h30) no mercado de Nova Iorque custando US$ 49,46. Em Londres, a Bolsa fechou com o preço em queda de US$ 49,22 o barril do refinado.

Com a divulgação da redução da gasolina e do diesel para as refinarias nesta quinta-feira (3), pensando em competir com os adversários, a #Petrobras tem momento positivo na Ibovespa. A Petrobras PN tem alta de 0,84% com o custo do papel a R$ 13,24 (12h32). A Petrobras ON tem alta de 1,32% precificada há R$ 13,86. (12h33). #Finança