Publicidade
Publicidade

O #Bitcoin é uma fraude? Vale à pena investir em bitcoin? Se você fizer estas duas perguntas para o CEO do #Banco de investimentos JPMorgan Chase é bem provável que a resposta dele seja positiva para primeira pergunta, mas não para a segunda. Jamie Dimon, CEO e chairman do banco, que é um dos mais importantes do mundo, afirmou que a #moeda virtual é uma fraude. A afirmação foi feita durante uma conferência bancária nesta quarta-feira (13) em Nova Iorque.

As afirmações do executivo repercutiram internacionalmente, e o valor da moeda virtual despencou em poucas horas. Antes da declaração do presidente da JP Morgan a cotação da bitcoin estava na casa dos 4 mil dólares (mais de 12 mil reais).

Publicidade

Em pouco tempo o preço da moeda caiu 7% e chegou a valer cerca 3.700 dólares (até o momento em que este artigo estava sendo escrito). É interessante notar que há certa de um mês a criptomoeda valia cerca de 5 mil dólares.

E as afirmações do CEO da JP Morgan foram ainda mais duras. Ele disse que demitiria imediatamente qualquer funcionário seu que fosse pego negociando a moeda. E não para por aí. Para Jamie Dimon, não se pode ter um negócio em que pessoas podem inventar uma moeda do nada e achar que quem estiver comprando isso seja inteligente.

Ainda segundo ele, a moeda vive uma bolha. E que fatalmente ela vai estourar. Ele só não sabe quando. Ela pode estar valendo 20 mil dólares algum dia, mas fatalmente ela vai estourar. E quando isso acontecer as pessoas que investiram na moeda vão perder muito dinheiro.

Publicidade

O executivo ainda fez graves acusações que ameaçam o futuro da moeda (e talvez de outras moedas virtuais) ao afirmar que ela só pode ser útil para traficantes e criminosos que não podem fazer negócios com moedas como o dólar. O mesmo vale para pessoas que vivem em países com moedas instáveis como a Venezuela ou Coreia do Norte, por exemplo.

Nos últimos dias a bitcoin já vinha sofrendo com quedas diárias desde que o governo da China proibiu a obtenção de financiamento público através da oferta inicial de moedas. Vale lembrar que cerca de 2/3 das bitcoins emitidas no mundo vem daquele país. E com a suspeita crescente de que a China possa proibir de vez as transações com bitcoin pode piorar ainda mais as coisas.

O fato é que o mercado de bitcoins vive um momento de grande instabilidade. Instituições financeiras internacionais estão se afastando cada vez mais da moeda. Principalmente por causa da associação da moeda com crimes online. No Reino Unido, a instituição que regula o mercado financeiro [VIDEO] alertou que investidores da moeda podem perder dinheiro.

Por outro lado, o fato da bitcoin não ter o lastro de uma governo ou instituição (ninguém sabe quem criou a moeda) e fugir do controle de autoridades pode ser um fator positivo. Enfim, há quem acredite que a moeda é o futuro.