Publicidade
Publicidade
3

Muitas pessoas ainda não sabem, mas nesta última quinta-feira (17) o PIS 2017/2017 [VIDEO] começou a ser depositado para os trabalhadores que atuam no setor privado e nasceram até o mês de agosto. No caso dos servidores públicos, que recebem o Pasep, a liberação ocorrerá primeiro para as pessoas que tem o final 1 em sua inscrição.

Segundo informações da Caixa Econômica Federal, trabalhadores que nasceram entre os meses de julho e dezembro receberão o PIS ainda em 2017. Entretanto, aqueles que nasceram entre janeiro e junho só irão receber no primeiro trimestre do ano que vem.

O que acontece se o beneficiário não fizer o saque na data em que o abono é liberado?

Mesmo que você não faça o saque de seu abono no início do pagamento, o saldo ficará disponível até o dia 29 de junho de 2018.

Publicidade

Após esse prazo, você não conseguirá mais receber o PIS - mesmo que você tenha direito.

Quantos trabalhadores terão direito ao abono?

Pelo menos 24 milhões de trabalhadores poderão receber o abono salarial que varia de R$ 78,00 a R$ 937,00.

Quem tem direito ao PIS/Pasep?

Para ter direito ao abono, é necessário possuir pelo menos cinco anos de inscrição no PIS/Pasep e ter trabalhado formalmente em 2016. O valor do abono varia de acordo com o número de meses que você trabalhou no ano anterior.

Vale lembrar que os trabalhadores do setor público recebem o seu abono no Banco do Brasil e os trabalhadores do setor privado recebem o benefício na CEF (Caixa Econômica Federal). Para sacar o benefício é necessário apresentar o documento de identificação e o número do PIS/Pasep. Beneficiários que possuem conta na Caixa Econômica Federal podem ter o valor integral do benefício creditado em conta poupança.

Publicidade

Qualquer trabalhador tem direito ao PIS/Pasep?

Um dos quesitos para ter direito ao benefício é trabalhar formalmente, seja no setor público ou no privado. Outro item a ser observado, é que é necessário ter pelo menos 5 anos de inscrição no PIS/Pasep.

Porém, só esses dois itens não são suficientes. Trabalhadores que possuem renda superior a dois salários mínimos não tem direito ao benefício. O benefício é destinado a trabalhadores que possuem renda inferior a dois salários. Sendo assim, é incorreto afirmar que todos os trabalhadores têm direito ao abono.

Lembre-se de deixar o seu comentário. Sua opinião é muito importante para a nossa equipe e sempre ajuda no diálogo de temas com relevância para a nossa sociedade. #Calendário #PIS 2017