Publicidade
Publicidade

Os trabalhadores que têm direito ao recebimento do abono salarial #pis/#PASEP que tem como base o ano de 2015 precisam correr para conseguir sacar o dinheiro. Isso porque o prazo para a retirada dos valores será encerrado nesta quinta-feira (28). De acordo com levantamento realizado pelo Ministério do Trabalho, aproximadamente 5,8% dos beneficiários ainda não haviam feito o saque do dinheiro. Os dados foram levantados no final do mês de novembro. Cerca de 1,4 milhão de pessoas ainda não retiraram o benefício [VIDEO].

As pessoas que trabalham no setor privado são cadastradas no PIS. Para conseguir efetuar o saque dos valores, será necessário procurar as agências da CEF (Caixa Econômica Federal).

Publicidade

Uma outra opção para os cadastrados no PIS é poder realizar o saque do benefício em uma agência das casas lotéricas. Já para os trabalhadores do setor público, o vínculo é com o Pasep. Para fazer o saque do dinheiro é necessário procurar uma agência do Banco do Brasil [VIDEO].

Porém, os trabalhadores precisam observar se preenchem todos os requisitos para poder fazer jus ao benefício. O abono somente é pago para aqueles que já estão inscritos no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos. Também é necessário que a pessoa tenha trabalhado com registro em carteira por no mínimo 30 dias, tendo como referência o ano de 2015.

O trabalhador não pode ter recebido mais do que dois salários mínimos mensais. A empresa onde a pessoa prestou serviço também precisa ter feito o envio correto dos dados do trabalhador através da Rais (Relação Anual de Informações Sociais).

Publicidade

A pessoa que tiver direito ao benefício vai receber de maneira proporcional, isto é, o cálculo é feito proporcionalmente ao período trabalhado. Caso o empregado tenha prestado serviço durante todo ano, o benefício será pago integralmente. No entanto, se o trabalhador tiver trabalhado apenas um mês durante o ano-base, fará jus ao recebimento de 1/12, dois meses 2/12 e assim sucessivamente. O benefício é pago com base no salário mínimo vigente e os pagamentos podem variar entre R$ 79 e R$ 937.

Como saber se tenho direito ao benefício

Para o trabalhador verificar se tem direito ao recebimento do abono salarial, pode conferir através do site do Ministério do Trabalho. Para isso é necessário ter o número do CPF ou o número de inscrição do PIS/Pasep e também a data de aniversário para que se possa fazer a consulta. Além do portal no Ministério do Trabalho, também é possível consultar na Central de Atendimento telefônico, através do número 158.

Vale ressaltar que esta quinta-feira (28) é o último dia para retirada do benefício. Caso o trabalhador não saque o dinheiro, os valores retornarão aos cofres públicos, não sendo mais possível retirar o benefício.