Estudar em universidades renomadas da Europa sem gastar nada ou pagando muito pouco pode parecer sonho, mas é algo fácil de fazer tornar realidade. Diversas instituições de países como França, Noruega, Portugal e Finlândia oferecem chances de mestrado totalmente gratuitos ou que necessitam apenas do pagamento de uma pequena taxa de administração. Para facilitar, também há a possibilidade de trabalhar uma quantidade de horas limitada por semana para ajudar nos gastos pessoais no país durante o período do curso.

Confira abaixo cinco mestrados gratuitos ou muito baratos para estudar no continente europeu ano que vem.

Alemanha

Interdisciplinar em Estudos Internacionais

Esse mestrado da Universidade de Bielefeld, Alemanha, é totalmente gratuito e dura dois anos. Ele é voltado para as singularidades do continente americano e aborda temas como história, comunicação, sociologia, ciências políticas, jornalismo, relações públicas e literatura. Além do inglês, é necessário ser fluente em espanhol. As inscrições permanecem abertas até 15 de janeiro de 2016 para o curso de verão ou 15 de julho de 2016 para o curso de inverno. É cobrada apenas taxa administrativa de 235 euros a cada semestre.

Portugal

Engenharia Informática e Sistemas de Informação

O curso dura 2 anos e tem custo médio de 720 euros, oferecido pela Universidade Lusófona. Além da imensa vantagem de curso ministrado em português, ele tem objetivo de formar profissionais com aptidão para atuar como líderes em equipes de desenvolvimento ou investigadores em projetos de base tecnológica e inovadora.

Finlândia

Gestão Intercultural e Comunicação

O curso é grátis, mas solicita taxa de 142 euros por ano - esse dinheiro é destinado para a União de Estudantes local. O curso dura dois anos e forma profissionais em comunicação intercultural para atuar como coordenador de projetos, pesquisador, educador, especialista em relações públicas ou gerente de RH. As inscrições serão abertas apenas em janeiro do ano que vem.

Noruega

Direitos Humanos e Multiculturalismo

O curso dura 2 anos e é todo em inglês. Após o estudante concluir o mestrado, é possível integrar organizações humanitárias, atuar como educador, servidor público ou administrativo. Também é possível arranjar emprego no país após o curso, que é totalmente grátis. Inscrições abertas até 15 de janeiro.

França

Engenharia de Nanotecnologia

O curso oferecido em Lyon custa em média 500 euros a cada ano. Mas vale lembrar que o seguro saúde já está incluso nesse valor. Apesar de ser ministrado na França, o curso é todo em inglês e dura 2 anos. Como comprovante de que o estudante consegue se manter no país, o governo solicita cerca de 430 euros por mês. Também é possível trabalhar 964 horas a cada ano. #Educação #Viagem