Estudar no exterior geralmente é complicado, já que demanda um grande investimento. Mas é possível estudar fora até mesmo sem gastar nada, deixando todo o processo muito mais acessível para mais pessoas. A Universidade de Artes da Irlanda é um desses exemplos, pois está oferecendo bolsas de estudos para brasileiros que desejem cursar Mestrado em Processo Criativo no país. Para disseminar a ideia, representantes da universidade atualmente estão presentes em feiras em São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Nesse curso, o aluno ainda tem a possibilidade de escolher o percurso acadêmico que tem mais interesse. O curso tem duração de doze meses e cada uma de suas etapas pode ser realizada em sete universidades parceiras, deixando a gama de possibilidades do aluno ainda maior.

O mestrado tem um alto custo de 20 mil euros. Esse valor, claro, não é acessível para muita gente. Mas para ajudar um pouco a realizar esse sonho, uma representação da universidade irlandesa no Brasil está procurando brasileiros que se destaquem na área para ganhar bolsas parciais ou integrais. E o processo para obtenção da bolsa também será simplificado: ele será feito por meio de entrevistas online no Skype, e já acontecerão em dezembro desse ano. As aulas do mestrado iniciarão em setembro de 2016.

A universidade aceita inscrições até o dia 11 de dezembro e pouco depois já inicia o processo de entrevistas. As entrevistas vão seguir acontecendo até janeiro de 2016. 

Os alunos que ganharem a bolsa integral deverão fazer depósito de 2 mil euros para a universidade. Ao chegar na Irlanda, esse valor será devolvido. Quem receber bolsa parcial deverá custear 50% do valor. Todos os custos que vêm com esse tipo de programa, como materiais do curso, seguro de saúde, acomodação, alimentação e o que for necessário para a #Viagem é de responsabilidade do estudante.

Mais informações sobre todo o processo e o curso podem ser visualizados no site oficial Uversity. A Uversity existe desde 2012 e tem parceria com 24 instituições de alto nível da Irlanda. #Educação