A Faculdade Guanambi - situada na cidade com mesmo nome no interior da Bahia - realizou no dia de hoje, 19 de dezembro, o primeiro dia de provas para o curso de #Medicina recém aprovado pelo MEC.

Sem dúvidas, essa é mais uma oportunidade para os baianos que sonham em ser médicos, que ainda hoje é o vestibular mais concorrido em todo país. A concorrência do #Vestibular da Faculdade Guanambi ficou em 40,75 candidatos por vaga. É um número bem considerável, se for levado em consideração que é uma instituição particular em uma cidade pequena e é a sua primeira turma.

A faculdade conta com o FIES, o financiamento estudantil do governo, que permite que o estudante curse uma instituição privada e pague-a após o término da sua graduação, quando já estiver trabalhando na área. Por mais que a crise tenha ameaçado cortar tal benefício educacional, o FIES se manteve para cursos das áreas de saúde e licenciatura de cursos de exatas (matemática, química e física).

No último final de semana, os estudantes também foram às salas de aula realizar as provas de vestibular da UESB (Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia) na qual a concorrência para o mesmo curso chegou aos incríveis 188,88 por vaga. Em sua sede de Vitória da Conquista, em Jequié, ela passou da casa dos 140.

As provas estão sendo realizadas no próprio campus da FG. No primeiro dia os candidatos fizeram provas de língua portuguesa, língua estrangeira, matemática/ lógica e redação. Neste domingo, 20 de dezembro, os candidatos fizeram provas de ciências humanas e ciências da natureza.

Segundo informações, as provas movimentaram não apenas a pacata cidade de Guanambi, como também cidades vizinhas como Caetité, pois Guanambi não comportou todos os candidatos que viajaram para lá. Por conta do tamanho desta, não havia hotéis e pousadas com vagas para todos, que viajaram até a cidade mais próxima para descansar para mais um dia de provas.

O gabarito oficial será publicado esta segunda-feira (21), no site www.faculdadeguanambi.edu.br, e o resultado está previsto para ser divulgado no próximo dia 11 de janeiro. #Educação