Você tem interesse em fazer graduação ou pós-graduação na França em 2016-2017? Aproveite, pois no dia 1 de dezembro começou o período de inscrições e candidaturas, que devem ser feitas online, no site do Campus France Brasil. Essa é a primeira vez que todo o processo será feito pela internet, do início ao fim. O final das candidaturas variam de acordo com a área escolhida e do nível. Para tirar as dúvidas e ver a data exata do fim da candidatura, o ideal é dar uma olhada no calendário oficial. Oportunidade única para estudar e até trabalhar na Europa.

O site oficial da Campus France Brasil traz todas as informações sobre cursos de francês, pesquisas, formações em universidade e pesquisas. Há ainda a opção de bolsas de estudo. São mais de 200 programas de financiamento especialmente para os brasileiros. As dúvidas podem ainda ser tiradas pelo email do Campus France Brasil ou em sua página do Facebook.

Atualmente, a França é o terceiro local mais procurado entre estudantes em busca de uma boa opção universitária. A cada ano, o país recebe mais ou menos 300 estudantes do exterior. Motivo para tanto interesse? Além da imagem da França, e principalmente Paris, que já faz parte do inconsciente coletivo e faz de lá o país mais visitado do mundo, lá também como vantagem o baixo custo.

Todas as universidades francesas são públicas, ou seja gratuitas, e nível de qualidade alto. O governo do país arca 90% do custo e ainda há o fator positivo dos estudantes franceses e estrangeiros não terem distinção. Ou seja, um brasileiro que vai estudar numa universidade da França paga a mesma taxa de matrícula que os nativos. 

Baixo custo, ensino de qualidade e ainda possibilidade de gerar renda. Com visto de estudante, a França permite que trabalhe meio período. E há ainda as opções de cursos com estágios remunerados. Quem estuda nas universidades francesas ainda pode desfrutar de planos de transporte, auxílio-moradia e restaurantes universitários.

Para graduação, é necessário ter terminado o ensino médio, ter feito e sido aprovado no vestibular brasileiro na área que deseja estudar na França. É necessário ter conhecimento em francês ou inglês, no caso dos cursos ministrados na língua inglesa. #Educação #Viagem