O termo Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) começou a ser divulgado em 1998, na gestão de Paulo Renato Souza, Ministro da #Educação. Na época, o teste servia para avaliar a qualidade do ensino médio.

Em meio à incertezas, foi ganhando notoriedade e hoje, pode-se assim dizer, é o maior processo seletivo de acesso às universidades, quer sejam públicas ou privadas.

A cada ano o exame recebe milhões de inscritos em todo o país. Aqueles que conseguem um aproveitamento significativo têm a chance de conquistar a tão sonhada vaga na faculdade. Mas o #ENEM só serve para isso? Confira outros benefícios que podem ser obtidos por meio do resultado dessa avaliação, além dos citados.

A lista

1. SISU: possibilidade de estudar em alguma universidade pública, via Sistema de Seleção Unificada.

2. Prouni: disputa de bolsas de estudos variando entre 50 a 100% nas faculdades privadas, por meio do Programa Universidade para Todos. O candidato ainda precisa ter tirado 450 pontos na nota mínima, sem zerar a redação.

3. FIES: desde 2010, o Fundo de Financiamento Estudantil só atende os participantes do Enem.

4. Ciências sem Fronteiras: intercâmbio em universidades estrangeiras, com bolsas de estudo custeadas pelo #Governo.

5. My English: curso de inglês gratuito para todos os participantes do Enem matriculados em universidades públicas ou privadas, desde que tenham tirado 600 pontos, na média geral.

6. Universidades de Portugal: participantes do Enem, que tenham tirado média de 500 pontos, podem estudar nas instituições conveniadas.

7. Usar a pontuação para completar a nota em alguma instituição pública que ainda não aderiu ao programa por completo.

8. O candidato fica isento de prestar o vestibular tradicional da faculdade particular.

9. Certificado do ensino médio: esse benefício é permitido desde que o candidato conquiste 450 pontos na prova de conhecimentos gerais e 500 na redação.

10. SISUTEC: além da opção da graduação superior, o interessado também pode usar a nota para conquistar uma vaga em algum curso técnico, em instituições públicas ou particulares.

Você conhece outros benefícios? Comente e compartilhe com os amigos nas redes sociais.