Essa semana foi motivo de muita ansiedade para os estudantes que fizeram a prova do #ENEM 2015, isso porque na segunda-feira o MEC informou que divulgaria os resultados individuais na sexta-feira, dia 8. Muitos alunos passaram a madrugada do dia 8 acordados tentando acessar as notas no site, mas foi só no período da tarde que o resultado do ENEM 2015 ficou disponível.

No início da tarde poucos alunos conseguiram acessar, devido a grande quantidade de acessos o site caiu e ficou fora do ar por algumas horas. Nos grupos do Facebook os candidatos deram relatos sobre a ansiedade de não conseguir acessar o site do ENEM normalmente, foi só a noite que o sistema voltou ao normal e as consultas puderam ser feitas, ainda que com lentidão.

Agora os candidatos podem acessar o resultado do ENEM 2015 sem grandes problemas, o site já está funcionando normalmente, sem travar e sem ficar lento. Uma das decepções com essa prova é o fato de que o espelho da redação só será divulgado nos próximos sessenta dias, assim os candidatos devem esperar esse período para poder conferir as correções e apontamentos feitos pelos revisores. Caso o aluno não concorde com a nota é possível entrar na justiça e solicitar uma nova revisão, porém até isso acontecer os prazos dos processos seletivos como Prouni e Sisu já terão terminado para o primeiro semestre.

O ENEM 2015 ficou conhecido por ser a edição mais difícil de sua existência, esse ano a prova ficou um pouco mais parecida com os vestibulares tradicionais. Até o ano de 2014 era mais cobrado interpretação de texto, mas esse ano a prova cobrou muito conteúdo. A parte de ciências da natureza foi a que mais aterrorizou os candidatos, pois as questões exigiam bastante conhecimento, inclusive na maioria das questões era necessário usar fórmulas para conseguir chegar na resposta. Nas outras edições o ENEM dava um texto e a resposta era a partir das informações fornecidas por ele.

Quem foi mal no Enem 2015 já pode começar a se preparar para a próxima edição que promete ser ainda mais difícil. #Educação #Vestibular