No ano de 2015, quase 6 milhões de pessoas realizaram a prova do Exame Nacional do Ensino Médio aspirando por uma vaga em uma #universidade federal ou estadual, além da probabilidade de conseguir um lugar em uma universidade privada pelo PROUNI, com bolsas parciais ou integrais. Uma das grandes preocupações dos estudantes é a tendência das notas de corte.

Entre os cursos mais concorridos está o de Medicina, que apesar de uma boa oferta de vagas, não supre a procura, além de possuir as maiores notas de corte. Direito e Psicologia também são muito procurados, além da variadas áreas em torno da Engenharia.

Entre os anos de 2014 e 2015, houve um aumento nas notas de corte do SISU, porém, na atual edição da seleção, 2016.1, é provável que haja uma queda. Isso se deve ao fato que houve uma diminuição na nota média em três áreas.

Relação 2014 - 2015

Ciências da Natureza 482,2 - 478,8

Linguagens e Códigos 507,9 - 505,3

Ciências Exatas 473,5 - 467,9

Ciências Humanas 546,5 - 558,1

Segundo a relação, a única área em que não houve queda, mas sim aumento, foi a de Ciências Humanas. Porém com a queda das outras, pode-se premeditar que haja diminuição nas notas de corte nessa nova edição do SISU.

Além da queda nas áreas, houve também queda nos desempenhos máximos da Redação. Somente 104 alunos tiraram 1000 na última prova do ENEM, ao contrário da edição anterior, que esse número foi de 250, com um tema julgado muito mais complicado. Além disso, mais de 50 mil estudantes zeraram a redação

A redação, que se tratava do tema Persistência da Violência contra a Mulher na sociedade brasileira, induziu ao erro - segundo alguns estudantes. Muitos se confundiram, falando sobre a violência sofrida pela mulher de forma amplificada, sem focar na persistência. Muitos também fugiram ao tema, focando em um desenvolvimento sobre causas sociais, enquanto outros desrespeitaram os direitos humanos no que diz respeito à igualdade, agindo com machismo e misoginia.

As inscrições ao SISU estão abertas desde as 00h00 do dia 11 e estarão no ar até o dia 14 de Janeiro. #Educação #Vestibular