O resultado do ENEM 2015 deve sair ainda hoje, por isso para entender a nota também é necessário saber como funciona a correção da prova. O Exame Nacional do Ensino Médio é composto por uma redação e 180 questões de múltipla escolha. A metodologia é famosa por se diferenciar de outros tipos de vestibulares, visto que a nota não é calculada com base apenas nas questões que o aluno acertou.

Diferente dos vestibulares tradicionais, o ENEM 2015 conta com um sistema chamado de Teoria de Resposta ao Item, o famoso TRI. Esse sistema confunde muitos os estudantes, porém os especialistas consideram que essa é uma maneira justa de avaliar os estudantes, principalmente porque milhões de candidatos fizeram o #ENEM 2015.

Uma coisa que gera muitas dúvidas é o fato de que só é possível tirar a nota máxima na redação. Com as questões de múltipla escolha, mesmo que o candidato acerte as 45 perguntas de cada prova, ele nunca conseguirá tirar 1.000 pontos. Outra curiosidade é o fato de que mesmo se o aluno errar todas as questões sua prova não é zerada, ele tirará no mínimo 200 pontos.

 Isso acontece porque o ENEM 2015 não é corrigido considerando apenas o desempenho individual, mas sim a posição de desempenho que o aluno alcançou quando comparado com os outros milhões de candidatos. Mesmo acertando todas as questões a média ficaria próxima de mil, porém mil é uma meta impossível de se alcançar.

É como se a escala de proficiência funcionasse como uma reta numérica, sendo cada número a representação de uma posição. Assim, o MEC divulgará a nota do ENEM 2015 junto com as notas mínimas e máximas alcançadas em cada prova, indicando os alunos mais e menos proficientes.

Uma das reclamações dos estudantes é que é impossível calcular a própria nota, mesmo conferindo o número de acertos apontados no gabarito.  Outro ponto alvo de reclamações é que pessoas com a mesma quantidade de acertos podem tirar notas muito diferentes, com variação de até 200 pontos. Essa diferença na nota acontece porque um candidato pode ter acertado mais questões consideradas difíceis em relação ao candidato que tirou nota menor. #Educação #Vestibular