Hoje (8) é dia do resultado do Exame Nacional do Ensino Médio, o ENEM 2015, ser liberado. Os 5,7 milhões de participantes saberão o seu desempenho na prova e se poderão ou não participar da seleção do Sisu, de acordo com as notas conquistadas. Com isso, o tema é o mais comentado no Brasil no Twitter desde a madrugada desta sexta-feira e claro, virou meme.

Interessados em acessar as notas do ENEM 2015 devem clicar na página do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) , informar o login e a senha. É possível ter acesso às notas obtidas por área e a nota da redação. Porém, o espelho da redação não estará disponível agora. A justiça já mandou que o espelho seja disponibilizado, mas o Inep pode e deve recorrer da decisão. A intenção de permitir que o estudante tenha acesso a essa informação é a de garantir que caso ele não concorde com a correção, possa recorrer. 

O cálculo da nota do ENEM também é diferente do que é usado em vestibulares. Eles usam uma metodologia denominada Teoria de Resposta ao Item (TRI). Nele, o valor de cada questão varia de acordo com o número de acertos e de erros feitos pelos participantes na hora da prova. Com isso, a questão que um número maior de participantes acertar vale menos pontos do que uma questão que um número menor de candidatos souber a resposta correta. De uma maneira mais simples, as perguntas que a maioria dos participantes achou difícil acabam valendo mais pontos do que as que todo mundo achou mais fácil e fez corretamente.

Essa metodologia vale para todas as provas, exceto a redação. Ela é corrigida por uma banca composta de duas pessoas. Uma não sabe a nota que a outra deu. Caso a discrepância da avaliação seja grande um terceiro especialista é chamado para corrigir a redação do ENEM 2015. A média é a nota informada para o participante.

No ano anterior as notas mais altas foram: matemática - 973,6; linguagens - 814,2; ciências da natureza - 876,4 e ciências humanas 862,1 pontos. 

Confira os memes sobre o resultado da prova do ENEM 2015

#Educação #Escola #Vagas