Começaram hoje as inscrições para o Sisu 2016 o que tem gerado ansiedade entre milhões de jovens estudantes que estão na luta por uma vaga em uma universidade pública. Com a nota do #ENEM 2015, os candidatos podem concorrer a vagas no Sisu 2016 em qualquer lugar do país, independente de residir no mesmo estado da instituição de ensino superior ou não. Esse ano os candidatos tiveram uma surpresa: algumas universidades estão dando 10% a mais na nota dos que morem próximo a cidade em que a faculdade está localizada. Isso serve para estimular que os estudantes permaneçam no mesmo estado, em vez de estudar longe e voltarem para a cidade de origem depois de concluir a graduação.

Os candidatos poderão se inscrever no Sisu 2016 até o dia 14 de janeiro. Para se candidatar a uma das vagas é necessário ter tirado nota maior que zero na redação. O método de classificação é bastante simples, as vagas são preenchidas pelos alunos que tiveram nota maior. O sistema conta com cotas para estudantes de escola pública, estudantes de escola pública com renda per capita familiar igual ou inferior a um salário mínimo e meio e cotas raciais para pretos, pardos e indígenas. 

Os candidatos do Sisu 2016 podem escolher duas opções de curso, podendo ser as duas opções na mesma instituição de ensino ou em faculdades diferentes, assim como os cursos também podem ser diferentes. No Sisu 2016 são oferecidas 228 mil em exatamente 131 faculdades públicas de ensino superior. As vagas podem ser consultadas no site do Sisu 2016 e é possível trocar de curso com o passar dos dias, caso seja conveniente ao candidato.

Hoje no site do Sisu 2016 ao realizar a inscrição os candidatos não tiveram acesso as notas de corte, porém amanhã até as nove horas da manhã o sistema será atualizado. De acordo com o MEC até o dia 14 todo dia o site do Sisu 2016 será atualizado com as novas notas de corte. A nota de corte é a nota mínima do candidato que se inscreveu e que teoricamente garantiu a vaga, mas se alguém com nota maior se inscrever ela passa a ser a nova nota de corte. #Educação #Vestibular