Para os estudantes que fizeram o ENEM 2015 e desejam uma vaga em uma #universidade pública o clima é de ansiedade, pois nos próximos dias deve sair o resultado da prova. O MEC já informou que a nota final do ENEM contando com a redação deve sair ainda essa semana, no dia 8 de janeiro.

A inscrição do Sistema de Seleção Unificada, Sisu, deve começar na segunda-feira, dia 11 de janeiro. Serão disponibilizadas 228 mil vagas distribuídas em 131 instituições públicas espalhadas em todo território nacional. O MEC ainda não divulgou a lista com as instituições e as respectivas vagas disponibilizadas.

As inscrições que começarão no dia 11 de janeiro devem seguir até dia 14 do janeiro, precisamente até as 23h59 seguindo o horário de Brasília.

Para se candidatar a uma das vagas ofertadas pelo SISU 2016 é necessário ter feito a prova de ENEM 2015 e ter conseguido uma nota maior que zero na redação. Para os marinheiros de primeira viagem é importante saber que o SISU é gerenciado eletronicamente pelo MEC para selecionar alunos de acordo com o resultado do ENEM. Cada estudante pode se candidatar para duas vagas distintas, podendo ser cursos diferentes e em instituições distintas.

Para otimizar as chances de aprovação, o aluno pode conferir as notas de corte e mudar a candidatura caso considere conveniente. O resultado da primeira chamada sai no dia 18 de janeiro e será divulgado nas instituições de ensino superior e no site do SISU 2016. As matriculas serão feitas nos dias 22, 25 e 26 de janeiro, porém é necessário ficar atendo ao calendário da própria instituição.  Como nas outras edições, o SISU 2016 contará com apenas uma chamada.

O aluno que não for convocado na sua primeira opção de curso poderá manifestar interesse em ficar na lista de espera entre os dias 18 e 29 de janeiro. Dessa forma, se sobrarem vagas, as instituições de ensino superior pode chamar os alunos da lista seguindo a  ordem de classificação de desemprenho no ENEM 2015.

Com o SISU 2016 os alunos terão acesso a instituições públicas de ensino superior sem precisar fazer outro tipo de vestibular. #Educação #Escola