A sala de aula é muito mais do que as quatro paredes do prédio escolar, a área da #Escola oferece um recurso educativo perfeito. A sala de aula ao ar livre permite a experiência em primeira mão com a natureza, além de ser propício ao desenvolvimento de habilidades e conhecimento aplicáveis ao mundo real, “encorajando os estudantes a abrirem os olhos, a mente e o coração para serem direcionados a uma existência mais natural e sustentável”(LEGAN,2009).  Ainda para a autora,  Lucia Legan em seu livro A ESCOLA SUSTENTÁVEL eco-alfabetizando pelo ambiente (2007) cita alguns benefícios da sala de aula ao ar livre:

Alguns benefícios

  • Melhor retenção do conhecimento do mundo real;
  • Melhor qualidade no ambiente de aprendizado, beneficiando as pessoas e a natureza;
  • Alunos com dificuldade em responder ao trabalho convencional em sala fechada podem ser inteiramente ocupados em atividades divertidas, reduzindo a pressão nos demais colegas e professores;
  • Melhores estratégias de ensino, com melhores resultados de aprendizado;
  • A criação de jardins ou hortas podem colaborar com a alimentação saudável na escola;
  • A aula ao ar livre estabelecerá um elo natural entre os estudantes e a comunidade local.

A Into The Woods Outdoor Nursey é a primeira escola infantil ao ar livre para crianças de 2 anos e meio a 5 anos na Inglaterra. O objetivo dessa escola é proporcionar a aprendizagem conectados com a natureza. Dessa forma, as crianças passam a maior parte do dia ao ar livre, desfrutando de uma experiência única e desenvolvendo-se de forma lúdica. A conexão com a natureza promove inúmeras atividades que exploram e incentivam a comunicação, imaginação, construção do pensamento, confiança e resiliência, e, mais importante, ter muita diversão.

Os idealizadores da escola acreditam que ao ar livre é o melhor lugar para as crianças a aprender e se desenvolver. A Escola ainda oferece às crianças a oportunidade de passar seus dias da primeira infância no ambiente natural, em vez de em uma sala de aula das escolas convencionais, experimentando todos os estágios do desenvolvimento infantil e desenvolver a sua curiosidade inata e amor pelo aprendizado.

Outro caso de sala de aula ao ar livre que deu certo foi na Austrália. Em 1992 a professora Carolyn Nuttal percebeu que a sala de aula poderia se expandir para fora das quatro paredes e iniciou seu projeto de floresta permacultural em sua escola urbana. #Educação #Sustentabilidade