Nem mesmo os irmãos franceses, Louis e Auguste Lumière, em 1895 quando tiveram condições plenas de inventar o #Cinema, seriam capazes de prever o efeito estrondoso que a dita 7.ª arte provocaria sobre as pessoas no mundo afora. Além de influenciar e formar comportamentos entre os seus fãs, muitas vezes questionáveis, os filmes exibidos nos cinemas podem ser de produções simples e até as milionárias, podendo arrecadar rapidamente fortunas para a imensa indústria de apoio das produções cinematográficas. 

Por exemplo, uma pessoa possui uma excelente ideia de um filme qualquer na cabeça; entretanto, na grande maioria das vezes, ela necessita de um incentivo ou o dito “empurrão” para poder colocá-la em funcionamento. Então, é uma verdade quando se afirma que as situações de desafio funcionam como forças motrizes para o sucesso. 

No caso do contexto dos cinemas e cinéfilos, a Fundação Carolina na Espanha, oferece seis bolsas de estudo referentes ao curso de Desenvolvimento de Projetos Cinematográficos do Iberomedia. O curso terá o prazo de duração de 10/10 a 18/11 de 2016, na capital espanhola, Madri; sendo que, as inscrições para se concorrer às bolsas estarão abertas até 06 de março. 

Para maior entendimento dos possíveis interessados, a Fundação Carolina foi criada em 22/09/2000 através do Conselho de Ministros espanhol, visando estimular as relações de cooperação e cultura nos segmentos de educação e ciência entre a Espanha e os países ditos da Comunidade Iberoamericana de Nações. Carolina é o nome de referência ao rei Don Juan Carlos I, na celebração de seu 25º aniversário de reinado e ao rei Carlos I de Espanha, no ano de comemoração de seu 500º aniversário de nascimento. 

Os projetos que serão recebidos dos autores da Espanha, Portugal e América Latina devem se referir a longas de ficção, documentário ou animação e os critérios para a seleção de uma das vagas bolsistas é a conclusão de um curso de graduação (com preferência em cinema, comunicação, audiovisual ou áreas afins), possuir expertise com trabalhos cinematográficos e apresentar conhecimentos do idioma espanhol, uma vez que o curso será aplicado nesse idioma. 

Ficha de inscrição preenchida, cópias da documentação pessoal, e descrições dos projetos dos candidatos, fazem parte do processo inicial e obrigatório para se concorrer às bolsas de ensino, cujo objetivo principal do programa é oferecer aos escolhidos, o teor de conhecimento imprescindível na filmagem e lançamento às pessoas de suas produções. 

Os alunos receberão assessoria de especialistas na área para fazer vingar os projetos. Sendo que o curso iniciou-se em 2003, formando mais de 300 autores, onde mais de 70 foram agraciados em festivais internacionais e suas películas, veiculadas comercialmente para salas de cinema. O objetivo da Fundação Carolina é abranger 3 colunas da produção audiovisual: roteiro, direção e produção, tendo como pautas de estudo o financiamento, marketing, distribuição e exibição. #Bolsa Universidade #Estudar no exterior