Muitos brasileiros sonham em cursar medicina, porém, às vezes, parece algo inacessível. As opções são: Ser aprovado em uma universidade pública onde é preciso passar no vestibular e ainda competir com até 200 candidatos por vaga. A outra é optar por uma universidade particular e chegar a pagar R$11 mil em uma mensalidade.

A nossa vizinha Argentina é a salvadora da pátria, pois oferece um ensino de qualidade com gastos razoáveis. Veja tudo o que precisa saber para tomar esta decisão:

VESTIBULAR: Na Argentina a universidade é considerado um direito dos estudantes (modelo europeu), e ao contrário do que podem pensar, isto nunca gerou problemas e sim, dá direito à toda população receber uma educação superior de qualidade. Resumindo, não é necessário prestar vestibular, apenas se inscrever e enviar os documentos solicitados para garantir a vaga. 

MENSALIDADE: A Argentina possui faculdades renomadas públicas e privadas e por mais que você possa pensar que devido à facilidade de ingresso as mensalidades serão absurdas, você se engana! Existem universidades públicas gratuitas e privadas com mensalidades bem mais baratas que no Brasil variando de R$500,00 a R$1.500,00, na maioria dos casos (verificar câmbio).

CUSTO DE VIDA: Para viver na Argentina deve-se calcular gastos com moradia, alimentação, transporte, livros, vida social e com saúde, além de se vai levar uma vida econômica ou cara. É possível estudar em uma faculdade pública, vivendo com um certo conforto com uns R$2.000 e economicamente com uma média de R$1.500. Em universidade privada, seus gastos não passarão muito de R$3.000 e R$2.500, respectivamente.

DIFERENCIAL: Além da Argentina ser considerada um pedaço da Europa na América, é considerada um país seguro, com ótima infraestrutura e qualidade de vida alta. Mas o diferencial dela referente aos estudos é que ela oferece cursos de ingresso ou de nivelamento para as universidades e em alguns casos o ingresso é direto. O objetivos deles é preparar os alunos para a universidade devido ao acesso livre. Os cursos são sobre o sistema de saúde, biologia, química e metodologia científica, com duração aproximada de 1 a 3 meses.

REVALIDAÇÃO DE DIPLOMA: O diploma poderá ser revalidado se decidir seguir carreira no Brasil. Para a revalidação, você poderá optar pela prova do Revalida ou por editais de revalidação independentes em certas universidades. Também poderá trabalhar como médico(a) no Programa Mais Médicos, que possui vagas para médicos brasileiros mesmo graduados em outro país.

Segue abaixo uma lista com as principais universidades de medicina:

* Fundación Hector A. Barceló - Faculdade particular em Buenos Aires com muitos alunos brasileiros.

* UBA (Universidad de Buenos Aires) - Localizada em Buenos Aires como o nome já diz, pública e considerada a melhor do país.

Universidad de Morón - Localizada em Morón, esta universidade privada fica a aproximadamente uma hora de Buenos Aires.

UAI (Universidad Abierta Interamericana) - Universidade particular com unidades em Buenos Aires, Rosário e San Nicolas. Ela possui hospital próprio.

* UNR (Universidad Nacional de Rosário) - Localizada em Rosário que é vizinha de Buenos Aires, é uma universidad pública.

* Hospital Italiano - O Hospital, localizado na cidade de Buenos Aires, é também uma universidade particular que possui obviamente, o curso de medicina. Neste, o número de vagas para alunos estrangeiros é limitado.

* Universidad Maimónides - Universidade privada em Buenos Aires que utiliza o método de "aprendizado baseado em problemas"

* UNLP (Universidad Nacional de La Plata)  - Universidade pública no interior de Buenos Aires, é uma das mais prestigiadas do país. Possui vagas limitadas para estrangeiros.

Das citadas, as duas consideradas melhores do país são a UBA e a UNR.

Gostou? Então corra atrás do seu futuro já!

Comece a estudar espanhol agora através do canal ESPANHOL PARA BRASILEIROS no youtube. Se inscreva já gratuitamente para não perder nenhum vídeo!

#Bolsa Universidade #Estudar no exterior #Intercâmbio