Ser voluntário em um projeto social vai muito além de uma oportunidade de melhorar o currículo para o mercado de trabalho. O jovem de apenas 24 anos, Guilherme Maschion, parou para analisar sobre quais são as oportunidades que os jovens que moram em favelas tem para o futuro. Foi depois de conversar com os jovens de uma comunidade da zona leste de São Paulo sobre os sonhos e perspectivas que ele decidiu intervir.

Foi assim que nasceu o Projeto Função. De acordo com Guilherme o objetivo é oferecer coragem, visão e capacidade técnica para que meninos e meninas a partir do quinto ano do fundamental consigam correr atrás de seus objetivos.

O projeto tem um formato que permite misturar os novos conhecimentos com as experiências de sala de aula que são ministradas por professores voluntários. Para ampliar a atuação do Projeto Função, eles estão aceitando novos professores que estejam interessados em se voluntariar e ser mais um pilar no projeto.

As áreas de atuação dos professores são: dança de salão, balé, boxe, jiu-jitsu, reforço escolar de português, reforço escolar de matemática, ética e cidadania, gestão, violão, violino, flauta e inglês.

Os interessados em participar devem procurar o site do projeto e encaminhar o currículo. Além das aulas também estão previstas visitas a empresas privadas, sarau de poesia e um curso livre de maquiagem.

Para ser voluntário não é necessário ter experiência como professor, o foco principal é no conhecimento técnico. O material e a criação de uma rotina de sala de aula são apoiados pelo próprio projeto.

Segundo Guilherme, as aulas fogem ao convencional, pois o objetivo é refletir sobre a relação humana e incentivar o potencial individual dos alunos para que se crie uma relação de confiança. Em outras palavras, as aulas devem ser planejadas levando em consideração a realidade dos alunos, seja através de reflexões sobre a vida, projetos para a comunidade, brincadeiras, gincanas ou músicas.

O Projeto Função é na Favela Vila Prudente, a primeira aula está marcada para o dia 27 de fevereiro. Até o fechamento dessa matéria, 44 alunos já tinham demonstrado interesse em participar dos cursos. #Educação #Escola #Vagas