Criado em 2011, 0 Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) permite que brasileiros de diversas faixas etárias obtenham qualificação profissional gratuita - seja via certificação técnica ou, ainda, através de cursos livres - facilitando o acesso à novas oportunidades de emprego. Apesar dos rumores de que o Pronatec poderia ser até mesmo extinto, o #Governo Federal anunciou na última quarta-feira (9) a nova fase do programa.

Vagas no Pronatec 2016 

Ao todo, serão ofertadas aproximadamente 2 milhões de vagas divididas entre cursos técnicos e de qualificação profissional: estão previstas 372 mil vagas para os cursos técnicos e 1,6 milhão para os cursos livres de qualificação. Os cursos são oferecidos por instituições privadas parceiras, sendo que a seleção dos candidatos é realizada por meio do Sisutec (Sistema de Seleção Unificada da #Educação Profissional e Tecnológica).

Pronatec EJA e e-Pronatec

De acordo com o Ministério da Educação, a edição deste ano visa fortalecer duas modalidades existentes no programa: o e-Pronatec e o Pronatec EJA. No primeiro, os alunos têm a possibilidade de realizar os cursos online, estudando quando e onde desejar, através de plataformas digitais, animações, TV Escola e programas online. Já o Pronatec EJA é direcionado aos brasileiros que, por algum motivo, interromperam seus estudos: enquanto finaliza os estudos de nível fundamental ou médio, o aluno realiza - simultaneamente - o curso de qualificação profissional.

MecFlix

Uma das novidades para 2016 é a criação do MecFlix, plataforma digital desenvolvida em parceria com o SENAI. Segundo Aloízio Mercadante, Ministro da Educação, a ferramenta contará com simuladores, exercícios online, videoaulas, fóruns de discussão para alunos e espaço para orientação dos professores.

Cursos mais procurados

Apesar da grande oferta de cursos em nível técnico, os mais procurados em 2015 foram os cursos técnicos em Informática, Logística e Segurança do Trabalho. No caso dos cursos livres de qualificação profissional, os cursos de assistente administrativo, horticultor orgânico e operador de computador foram os que mais receberam inscrições.