O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira disponibilizou, em março, o edital do #ENEM 2016 em sua página, para consulta dos candidatos que pretendem participar da prova, a ser aplicada nos dias 5 e 6 de novembro.

Este ano, o valor das inscrições será de 68 reais (5 reais a mais que o cobrado no ano passado), começando no dia 9 de maio. O pagamento deverá ser realizado até o dia 25 de maio, sendo que a data para registro vai até 20 de maio.

Os estudantes que estão concluindo o ensino médio em escola pública estão automaticamente isentos de pagar o valor e aqueles que pertencem a famílias de baixa renda podem declarar carência, preenchendo um formulário socioeconômico no ato da inscrição, a fim de solicitar a isenção do pagamento.

Algumas mudanças foram implantadas ao processo após tentativas (algumas bem-sucedidas) de fraude durante a aplicação da prova. Entre as alterações, está o uso de porta-objetos lacrados para armazenar objetos eletrônicos e a coleta digital das impressões digitais dos candidatos por meio de aparelhos biométricos. 

O MEC disponibilizou um portal online inteiramente dedicado aos estudantes que desejam se preparar para a prova, intitulado de "A hora do ENEM", no qual é possível acessar aulas em vídeo, simulados, exercícios, planos de estudo e resumos sobre o conteúdo a ser cobrado. Além do conteúdo oferecido, é possível encontrar um grande número de páginas na internet dedicadas à preparação para o Exame, bem como publicações a preços acessíveis em bancas de jornais e revistas.

Para se conseguir uma boa nota na prova é preciso começar a se dedicar o quanto antes, organizando o tempo e reservando, pelo menos, uma hora diária para estudar o conteúdo, que costuma ser bastante abrangente. Por conta dos acontecimentos recentes deste ano, é provável que a redação esteja relacionada a questões políticas como a polarização ou o próprio processo de impeachment em termos legais, uma vez que o mesmo aconteceu também em 1992, impedindo Fernando Collor de exercer seu mandato.

É bom lembrar que as provas costumam ficar prontas até o mês de agosto, daí a importância de começar a se preparar ainda no primeiro semestre e prestar atenção aos acontecimentos e tendências do período. #Educação