O Ministério da Educação informou que as inscrições para o #ENEM 2016, Exame Nacional do Ensino Médio, devem começar no dia 9 de maio e vão até o dia 20 do mesmo mês. Anunciadas na manhã desta quinta-feira, as datas de aplicação de provas serão dias 5 e 6 de novembro.

No ano passado a taxa de inscrição foi de R$ 65, esse ano será de R$ 68, o prazo máximo para pagamento será dia 25 de maio. O boleto pode ser pago em Agências dos Correios, casa lotérica ou em agência bancária. São isentos a taxa os alunos de escola pública que concluem o ensino médio esse ano ou que comprovarem carência. Quem conseguiu isenção no ano passado e não compareceu na prova, não tem o direito de isenção esse ano.

Atualmente, o ENEM 2016 é considerado a principal ferramenta de acesso para universidades públicas do Brasil, além de ser o único meio de participação do Prouni, que concede bolsas integrais e parciais em universidades particulares. O ENEM 2016 também permite inscrição do Fies, que é um financiamento estudantil que atende alunos carentes com taxas baixas de juros.

Em 2015, 5,8 milhões de alunos fizeram o ENEM, porém a expectativa para o ENEM 2016 é que 8 milhões de alunos realizem as inscrições. De acordo com Mercadante, o período de 11 dias para a inscrição é para que ninguém perca.

No sábado, dia 5 de novembro, os alunos irão realizar as provas de ciências da natureza e ciências humanas. No dia seguinte a prova inclui matemática, redação e linguagens. Geralmente as provas são aplicadas em outubro, porém o Ministro da #Educação informou que foram adiadas para novembro em função das eleições, assim as provas podem ser feitas em clima de paz.

Tanto na sábado quanto no domingo, os portões das escolas abrirão meio dia e serão fechados as 13h. A prova começara às 13h30.

Para déficit de atenção, deficiência intelectual, discalculia, autismo e outras doenças listadas pelo CID, é necessário apresentar um parecer médico para conseguir condições especiais para a realização da prova. Se o aluno apresentou o parecer em outras edições do ENEM, não é necessário apresentar novamente. #Bolsa Universidade