O Programa Senac de  Gratuidade pode ser a porta de entrada para quem quer fazer um #Curso técnico ou um curso livre, mas não tem condições financeiras para pagar. O programa existe desde 2009 e oferece bolsas integrais para cursos longos e parciais para cursos que apresentem duração igual ou inferior a 160 horas.

Como o Senac oferece mais de 100 cursos espalhados em suas unidades pelo Brasil não existe uma data fixa para se inscrever para concorrer a uma bolsa, visto que os cursos começam em datas diferentes. Como regra, dois meses antes do início de uma nova turma, o Senac abre as inscrições para bolsas e a classificação funciona por ordem de inscrição, por isso é importante ficar atento ao curso que você tem interesse, pois quanto antes realizar a inscrição mais chances tem de conseguir uma bolsa.

O Programa Senac de Gratuidade exige alguns requisitos para dar a bolsa, como por exemplo não estar fazendo outro curso no Senac, não contar com outro tipo de bolsa da instituição e não ter abandonado curso nos últimos dois anos. Além disso, a renda familiar per capita não pode ultrapassar dois salários mínimos federais. Para calcular sua renda familiar é necessário somar os rendimentos mensais e dividir pelos integrantes que moram na casa, o valor não pode ser maior que dois salários mínimos.

No momento, as bolsas são para 21 cursos técnicos e mais de 80 cursos livres. Para saber os cursos oferecidos na unidade mais perto da sua casa é necessário acessar o site do Senac, também é pela plataforma que a inscrição é realizada. A comprovação de documentos pode ser feita de forma presencial ou através dos Correios, porém é necessário estar atento ao prazo estipulado pela instituição.

Os cursos que devem ter início nos próximos meses são: técnico em multimídia, técnico em publicidade, assistente de armazenagem de materiais, técnico em arte dramática, técnico em seguros, auxiliar de administração de pessoal, técnico em secretariado, técnico em administração, técnico em logística, técnico em comércio, técnico em hotelaria, técnico em segurança do trabalho, técnico em enfermagem, técnico em meio ambiente, entre outros. #Eduardo Cunha