Terminou nesta quinta-feira (02) o prazo para inscrição no Sisu. O site recebeu mais de 1,5 milhões de inscrições de 778.739 candidatos para concorrer a 56.422 vagas em 65 instituições universitárias em todo país.

O sistema que recebe a inscrição com login e senha do #ENEM apresentou problemas em reconhecer as senhas dos alunos. Na página do Sisu no facebook houve muitas reclamações de candidatos frustados com a inscrição, alguns que conseguiram realizar a inscrição utilizaram a senha provisória enviada pelo site do Enem quando fizeram a inscrição. 

Alunos que tentaram realizar a inscrição e não conseguiram por problema no sistema estão copiando as telas do computador para recorrerem na justiça o direito de concorrer as vagas deste segundo semestre.

A lista dos aprovados será divulgada em única chamada nesta segunda-feira (6) e os candidatos terão os dias 10, 13 e 14 de junho para realizarem a matrícula. Os que não forem convocados nesta listagem poderão manifestar interesse em continuar concorrendo às vagas da lista de espera, porém para concorrer a estas vagas o candidato terá do dia 06 a 17 de junho para acessar o sistema e manifestar o seu interesse.

Em 2015 algumas instituições efetuaram a pré-matrícula pela internet devido a greve de funcionários. Este ano os candidatos terão que ficar atentos, pois com as ocupações dos estudantes em todo Brasil podem "atrapalhar" o processo de matrícula.

Outro problema foi a média de pontos para alguns cursos oferecidos que estava elevada no sistema, como o caso do curso de medicina da UFSM que não obteve aprovados. As instituições irão acertar a pontuação no sistema, e os alunos interessados deverão estar atentos para as vagas da lista de espera.

Um fato relevante para os candidatos do Enem 2015 é o fato de ser menor de 18 anos, não ter concluído o ensino médio e ter obtido aprovação na avaliação do Enem. No edital informa que somente alunos acima de 18 anos e que estejam fora da rede de ensino há pelo menos dois anos podem usar o Enem para concluir o segundo grau. Porém, as secretarias estaduais de educação tem autoridade para emitir o diploma do ensino médio por meio do supletivo. Estes alunos, então, vem recorrendo na justiça para conseguirem garantir a matrícula nos cursos superiores quando classificados pelo Sisu.

O Sisu disponibilizou um aplicativo para smartphone e tablet, onde o candidato pode acompanhar a inscrição. Os alunos selecionados deverão imediatamente entrar em contato com a instituição para se informar sobre a matrícula e documentos necessários. #Escola #Vestibular