Na #Escola Municipal Santa Rita de Cássia Pólo - Sala Mateira, localizada no município de Santa Rita do Pardo - MS, os alunos do 3º ano B, sob regência do professor Cleiton Alexsandro dos Santos, realizam o projeto de leitura intitulado "Leitura e escrita: desvendando novos olhares".

O projeto teve início na escola em maio de 2016 e está em pleno vapor; os alunos que estudam na escola pertencente à zona rural têm acesso à leitura e desenvolvem a escrita e criação de novas histórias com o repertório literário que lhes é fornecido. Os alunos escrevem sobre diversos temas que permeiam sua sociedade e criações que nascem de sua imaginação.

O projeto iniciou-se após o professor notar a necessidade de propor a leitura aos alunos, mas não como uma cobrança, e sim pelo fato de os alunos se propuserem a ler pelo gostar. A partir disso nasceu o projeto que os alunos abraçaram e inicialmente levavam gibis para casa, sempre trocando por novos títulos. Logo após veio a proposta de livros diversos de #Literatura infantil e um jogo de apresentação dos mesmos para a turma pelo "aluno leitor", o que foi um sucesso, pois além de ler o livro, o aluno também tinha que entender a história, fazendo um breve resumo ao colega para que este também tivesse curiosidade pelo assunto e levasse o livro.

A partir desse processo, os alunos conheceram novas palavras e começaram a entender a estrutura do texto e com isso nasceu a escrita textual em sala de aula, onde ao aluno é proposto um tema e este deve fazer sua produção.

O professor relata que "a leitura para estas crianças é de essencial importância, pois assim eles passam a ler e escrever melhor, assim podem desenvolver seus textos de maneira mais harmoniosa e qualitativa".

Sob a direção de Israel Gabriel Filho (diretor), a escola está possibilitando uma realidade de criar novos leitores críticos e sociais em uma sociedade que pouco lê. A importância do hábito da leitura é essencial, pois é desde pequenos que deve-se estimular esse processo, pois quem lê tem mais facilidade para escrever.

Contribuem ainda com este projeto a pedagoga em formação Priscilla Rosa de Souza e a pedagoga Cristiane do Amaral. Ao fim do ano letivo, as produções escritas dos alunos serão apresentadas à comunidade escolar. #Educação