Neste fim de semana, com exceção de pouco mais de 100 mil habitantes que terão uma nova data para fazer a prova, a grande maioria dos estudantes fará uma importante prova, a do Exame Nacional do Ensino Médio (#ENEM). São dois dias de exame que prometem ser cansativos, mas que podem dar a tão sonhada vaga em uma universidade, o começo de uma jornada crucial na vida de qualquer pessoa. Para fazer a prova, estudantes iniciam a preparação anos antes. Muitas escolas não dedicam apenas um ano, mas vários anos para ajudar seus alunos a tirarem boas notas. 

Mesmo bem preparados, a apreensão toma conta dos jovens. Algo bastante normal. Muitos acabam, no entanto, caindo em pegadinhas feitas na internet. Nesta quinta-feira, 03, circularam informações em grupos no Facebook que a redação do Enem 2016 teria sido vazado. Nossa equipe olhou algumas dessas postagens. A maioria delas trazia, na verdade, montagens. Foram utilizadas fotos de provas anteriores que passaram por recursos de edição. A partir daí, o tema apenas foi alterado. Algumas postagens nem se deram a esse trabalho, apenas compartilharam um tema que já foi empregado no principal concurso da educação no Brasil. 

O Ministério da Educação (MEC) está de olho nesses boatos. Por isso, a entidade pede que os estudantes fiquem de olho no site da instituição. A Justiça federal já decidiu, por exemplo, que a prova desse final de semana não será cancelada, assim como chegou a se especular na mídia. O MEC garante que a divisão das provas - para os estudantes de agora e para os depois, que não prestarão o exame pelo fato de suas escolas estarem ocupadas por movimentos de protesto - não causará qualquer prejuízo a ninguém. A instituição explica que a prova é aplicada pelo princípio da equivalência. Portanto, cada questão só é pontuada depois que a prova é corrigida. 

Isso significa que questões que a maioria acerta valem menos pontos. Já as mais erradas valem mais. O problema é convencer aos estudantes que ninguém será prejudicado e que uma prova não será mais fácil que a outra.