O estudo Pisa (Programa Internacional de Avaliação de Alunos), considerada a avaliação educacional mais importante do mundo, foi divulgado nesta terça-feira, dia 6.

Essa avaliação tem por base avaliar alunos de 15 anos em 70 países. Na prática, o país encontra-se em uma das últimas posições em cada área avaliada. Sendo elas, Ciências – foco do atual estudo –, Leitura (texto/linguagem) e Matemática.

Confira a seguir, a posição do Brasil em cada área avaliada:

  • Em Ciências, o país ficou em 63ª posição. No ano de 2012, estava em 59ª posição, quando 65 países foram analisados – na pontuação, de 405 caiu para 401 pontos, ultrapassando apenas o Peru, Líbano, Tunísia, Macedônia, Kosovo, Argélia e República Dominicana.
  • Em Leitura (texto/linguagem), o país ficou com a 59ª posição, se comparado ao último estudo, que tinha ficado em 55ª, também decaiu algumas posições.
  • Na Matemática, o país retrocedeu ainda mais, de 58ª para 65ª posição, ficando com o último lugar em relação aos países da América Latina.

Vale ressaltar que alguns países vizinhos fazem o mesmo ou até menos investimentos que o Brasil e alcançaram resultados mais satisfatórios nas áreas.

Publicidade
Publicidade

Por exemplo, Colômbia, México e Uruguai passaram o Brasil no ranking, e o custo médio por aluno foi menor, se comparando ao nosso país.

Está na hora de fazer com que esses investimentos na #Educação sejam convertidos nos melhores aprendizados para os alunos em sala de aula.

Em concordância com alguns especialistas, as possíveis soluções seriam:

  • Investir mais na Educação, com complemento da União caso for necessário,
  • Valorizar o professor, uma vez que esse profissional é o responsável pelo aprendizado das crianças e jovens, tornando a carreira mais atrativa para eles;
  • Rever como as disciplinas são ensinadas na sala de aula, menos 'decoreba' e mais raciocínio dos alunos.

O Pisa retrata os dados do ano anterior no cenário educacional. Possivelmente, se medidas para melhorar o cenário, não forem tomadas, no próximo ano, os resultados não serão superiores.

Publicidade