Quem aspira a uma vaga no ensino público superior já pode conferir as oportunidades do Sistema de Seleção Unificada, o ##sisu. Elas estão disponíveis para consulta no portal do Ministério da Educação desde a quinta-feira (19). Após a divulgação dos resultados do #Enem 2016, o #MEC informou que o programa receberá inscrições da próxima terça-feira (24) ao dia 27 de janeiro. Mesmo com o cenário de #Crise, o numero de vagas aumentou em 4,5%, superando os 250 mil do ano anterior.

Publicidade

Como o Sisu funciona

Para participar do programa, o estudante deve ter tirado pelo menos 450 pontos em cada uma das quatro áreas objetivas da prova (ciências humanas, ciências da natureza, matemática e linguagens), além de não ter zerado a #Redação.

Publicidade

No ato da inscrição, o interessado poderá escolher até duas opções de curso no sistema. Os aprovados serão selecionados pelo #Sisu de acordo com a nota do ##ENEM 2016, considerando critérios de cada universidade.

Outro ponto importante é aproveitar o período que precede a abertura do sistema para escolher a opção de interesse. Isso porque a estrutura do MEC parece vulnerável ao grande número de acessos. Na divulgação dos resultados do #Enem 2016, na ultima quarta-feira (18), usuários do Twitter criticaram a instabilidade do sistema. Os estudantes ficaram cerca de 8 horas impossibilitados de acessar o resultado por problemas técnico. Assim, a dica para os candidatos é ir se familiarizando com o #Sisu.

Desempenho no Enem 2016

Se o número de vagas no ensino superior aumentou, os resultados gerais do Exame Nacional do Ensino Médio não empolgaram tanto. Mesmo com a média total dos participantes do #Enem 2016 tendo subido em linguagens e matemática, houve queda em ciências da natureza e ciências humanas.

Publicidade

Além disso, as notas da redação são preocupantes: 77 pessoas tiraram a nota máxima e 84.236 tiveram a redação anulada. No #Enem 2015 foram 104 notas mil e 55.000 textos zerados.

Além de serem importantes para o planejamento, pelo MEC, de melhorias na #Educação, esses dados podem prever as #Notas de Corte dos cursos oferecidos pelo #Sisu 2017. Seguindo as estatísticas dos últimos anos, é possível que elas mantenham-se estáveis. No curso de medicina, que é geralmente o mais concorrido, são necessários cerca de 790 pontos para garantir uma vaga. Já em outros também disputados, como direito, odontologia e engenharia, as notas de corte variam de 700 a 750 pontos. #Nota de corte