A quarta-feira (18) foi de grande expectativa para quem estava aguardando a liberação das notas no Enem, só que muitos ficaram decepcionados, aliás, foram milhares, pois 291.806 candidatos ficaram com 0 na prova ou tiveram a redação anulada em 2016. Um índice muito alto e que mostra o despreparo dos brasileiros para o Exame. Esses mais de 290 mil candidatos não poderão se inscrever nos programas de seleção e tentarem uma das vagas para o ensino superior, pelo menos esse ano. Se quiserem, terão que fazer novamente o #ENEM, mas se preparando melhor para não repetirem o péssimo resultado.

Somente 77 candidatos conseguiram tirar nota mil, que é a maior nota na redação do ENEM, mesmo assim o resultado é preocupante, pois em 2015 o número de notas máximas chegou a 104.

Publicidade
Publicidade

Em 2016, mais de 6 milhões de pessoas fizeram o Exame. Vários candidatos tiveram o exame adiado por causa das ocupações em escolas e universidades onde as provas seriam aplicadas.

Outra observação importante é que houve uma queda em relação às redações nota mil e isso vem acontecendo ano após ano. Em 2014 foram 250 candidatos que conseguiram a nota máxima na redação e em 2013 foram 481 candidatos atingindo a nota mil.

Para o Inep, o desempenho dos estudantes que realizam o ENEM vem se mantendo o mesmo desde 2008, ou seja, os alunos do ensino médio não estão conseguindo melhorar, fica comprovado que a qualidade do ensino no #Brasil está deixando a desejar.

As maiores médias foram obtidas em ciências humanas, depois em linguagens, matemática e também em ciências da natureza.

Outro fator preocupante é o grande número de candidatos que se inscrevem para o ENEM, mas simplesmente não comparecem no dia da prova.

Publicidade

Para o ENEM 2016 o número de inscritos foi de 8.630.306. O número de candidatos que faltaram às provas foi de 2.494.294 ou seja, 28,90%.

E tem ainda os 3.942 candidatos que já foram eliminados logo no primeiro dia do exame, mais os 4.780 eliminados no dia seguinte, por não respeitarem as regras do ENEM. Alguns preenchem o cartão de respostas de forma incorreta, outros utilizam materiais proibidos, entre outros motivos. #Educação