É comum ouvir que aprender uma segunda língua retarda o envelhecimento mental, e aumenta a inteligência. Além desses fatores, esse novo conhecimento agrega valores à bagagem cultural, facilita em viagens e estudos, e também auxilia no crescimento profissional. Por conta disso, muitas pessoas investem no aprendizado de outro idioma, e o inglês é o mais procurado.

Além do colégio, faculdade, ou do curso de inglês, existem outros meios de aprender esse idioma, e sem sair de casa. Na internet tem muitas opções, e logo abaixo estão algumas ferramentas gratuitas para o aprendizado mais rápido e natural.

Duolingo: É uma plataforma de estudo onde o usuário se cadastra e responde as atividades propostas em cada unidade, o nível de estudo por dia pode ser definido como casual, regular, forte e insano.

Publicidade
Publicidade

Quanto melhor o desempenho, mais atividades serão desbloqueadas. O estudante pode escutar a pronúncia de tudo o que é ensinado, e praticá-la também. Possui versões para Androide e iOS.

Lyrics Training: É um site de músicas, o aluno pode escolher a que lhe interesse, e optar pelo nível (básico, intermediário, ou avançado). Enquanto escuta a música, a letra (em #inglês), aparece na tela, e o estudante deve preencher os espaços em branco, para a música continuar. Essa ferramenta ajuda bastante a praticar o "listening".

Ororo TV: É um site de filmes e séries, onde o interessado tem a possibilidade de escolher se quer assistir com a legenda em português, inglês, sem legenda, ou com as duas. Nem todos os filmes estão disponíveis gratuitamente.

Youtube: Nada mais prático do que ver um vídeo no YouTube.

Publicidade

Existem muitos canais que realmente ensinam o inglês, abaixo estão cinco opções, dois de brasileiros e três de estrangeiros.

Carina Fragozo

Inglês 200 horas

Amigo Gringo

SmallAdvantages

Tim Explica

Exam Time: O site possui falshcards que ajudam na memorização de conteúdo e vocabulário, com áudios e quizzes para testar o conhecimento.

Esses são meios práticos para aprender o inglês, porém o esforço do aluno é o que realmente faz a diferença. Para utilizar melhor essas ferramentas, uma dica é separar um horário exclusivo para o aprendizado todos os dias, e praticar sempre que possível. #2017 #Educação