Este exame é obrigatório para todos os estudantes que se formam em Ciências Contábeis, assim como a prova da OAB é para os advogados; os contadores precisam prestar o Exame de Suficiência Contábil para poderem atuar profissionalmente no Brasil.

Conforme o site Suficiência Contábil, especializado no assunto, os índices de reprovação chegam a 85%, semelhante ao índice de reprovação do Exame de Ordem. O Exame de Suficiência Contábil pode ser realizado pelos estudantes no último ano do curso de Ciências Contábeis e possui a taxa de inscrição no valor de R$ 110,00. A prova é composta de 50 questões objetivas, sendo considerado aprovado o aluno que acertar 25 questões, ou seja, 50% da prova.

O Exame acontece duas vezes por ano (geralmente em março e setembro) e é ministrado pela banca Fundação Brasileira de Contabilidade.

Alguns dados sobre o Exame

O Exame de Suficiência Contábil foi criado em 1999 e o primeiro período de avaliações durou até o ano de 2004, ano que o exame foi suspenso. Em 2010, o projeto de lei do exame de suficiência contábil (lei 12.249/2010) foi aprovado, retomando as avaliações em 2011. A 9ª avaliação ocorrerá em 22/03.

É autorizado utilizar calculadora

O aluno é autorizado a utilizar calculadora. Geralmente, a calculadora utilizada pelos alunos é a HP 12 C. Mas é possível utilizar qualquer calculadora.

Matérias cobradas na prova

As matérias cobradas no Exame são: Contabilidade Geral; Contabilidade de Custos; Contabilidade Aplicada ao Setor Público; Contabilidade Gerencial; Controladoria; Noções de Direito e Legislação Aplicada; Matemática Financeira e Estatística; Teoria da Contabilidade; Legislação e Ética Profissional; Princípios de Contabilidade e Normas Brasileiras de Contabilidade; Auditoria Contábil; Perícia Contábil; Língua Portuguesa Aplicada.

Todos os formados em Contabilidade devem prestar o Exame?

Não. Apenas é obrigado a prestar o Exame aqueles alunos que se formaram após 31/10/2010.

O que acontece se o bacharel em Ciências Contábeis não prestar o Exame?

Se o aluno não for aprovado, não poderá exercer profissionalmente a Contabilidade no Brasil. #2017 #exame de suficiencia #prova cfc