Encerraram-se as inscrições para a maior e mais concorrida avaliação estudantil do país, o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio). Os interessados tiveram do dia 08 até o dia 19 de maio para se inscrever exclusivamente via internet.

Já faz algum tempo que o ENEM deixou de ser uma validação para o nível de ensino do ensino médio e hoje em dia é essencial para os estudantes que desejam uma bolsa ou descontos em universidades e faculdades.

Por ele, são oferecidas bolsas do Prouni, que acontecem duas vezes por ano. A nota deve ser superior a 450 nas provas objetivas e acima de 0 na redação. Claro que quanto maior for sua nota, melhor são as chances.

Publicidade
Publicidade

O programa Sisu consiste em conseguir vagas em universidades publicas apenas com as notas tiradas na prova, sem precisar fazer vestibular, e ocorre também duas vezes por ano no primeiro e segundo semestre. Deve-se obter notas superiores a 0 na redação e as universidades determinam o tanto de pontos necessário para cada curso.

Já o FIES é um financiamento onde o estudante é ajudado pelo governo federal a pagar a faculdade privada. O estudante só começa a lidar com a dívida um ano e meio após a formação. As natas também devem ser superior a 450 nas provas objetivas e acima de 0 na redação. É obrigatório cumprir requisitos de renda familiar.

Mudanças específicas

O ENEM tem ajudado muitos brasileiros que em outros tempos teriam dificuldade de ingressar em uma faculdade, pois se abre um leque de oportunidades que encaixa perfeitamente com o seu bolso.

Publicidade

E esse ano acorreu importantes alterações na aplicação da prova.

A primeira mudança diz respeito aos dias de aplicação da prova, que em outras edições ocorriam em dois dias consecutivo e nesse ano será em dois domingos. Foi confirmado pelo MEC que essa mudança era para beneficiar os alunos sabatistas, que guarda o sábado por questões religiosas. Os estudantes sabatistas ficavam confinados em salas especificas até o pôr do sol, que é a hora que podem fazer a prova, causando um certo desconforto para os estudantes.

A primeira parte terá 5h30 de duração, compõe as matérias de linguagens, ciências humanas e redação e ocorrerá no dia 5 de novembro; já a segunda parte, ocorrerá no dia 12 de novembro, terá 4h30 de duração e compõe as matérias de matemática e ciências da natureza.

Foi confirmado pelo INEP o aumento do preço para as inscrições da prova. Entre os anos de 2000 e 2014 as taxas ficaram em R$35,00; em 2015, aumento para R$63,00 e, para 2016, R$68,00; já em #2017, a taxa foi aumentada para 20%, custando 82,00 e poderia ser paga até 24 de maio. #Brasil #Educação