Se você faz parte do grupo de milhões de brasileiros que se prepara para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), saiba que as inscrições já começam na segunda-feira (8), a partir das 10h. Por isso, anota logo essa data na sua agenda.

Os interessados devem acessar a página eletrônica http://#ENEM.inep.gov.br e preencher de a ficha participação, além de imprimir o boleto da taxa que custará R$ 82, e não mais R$ 68, como no ano passado. O formulário cadastral poderá ser preenchido até as 23h59 do dia 19 de maio, de acordo com o horário de Brasília; já as taxas poderão ser pagas no máximo em 24 de maio.

Estudantes do último ano do ensino médio da rede pública e as pessoas com baixa renda cadastradas no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal) terão a possibilidade de solicitar a isenção da taxa de inscrição.

Publicidade
Publicidade

Vale ressaltar que se os isentos faltarem no exame e sem justificativa (como atestado médico e boletim de ocorrência), os mesmos perderão o direito a tal benefício no ano seguinte.

Saiba mais sobre as provas

Diferentemente dos demais anos, quando as avaliações ocorriam em um sábado e domingo consecutivos, esta edição do Enem aplicará as #Provas em dois domingos: 5 e 12 de novembro. Os exames acontecerão simultaneamente em todo o país a partir das 13h - fique atento a isso, pois os portões irão fechar às 13h e, depois deste horário, ninguém mais poderá entrar no local do teste.

No primeiro domingo, os participantes terão cinco horas e meia para fazer uma redação e responder questões sobre linguagens e ciências humanas. O outro final de semana será destinado para as perguntas de matemática e ciências da natureza, sendo o período máximo de quatro horas e meia.

Publicidade

Mudanças no Enem 2017

Foram várias as mudanças anunciadas para esta edição, uma delas é que o exame não valerá mais como certificado do ensino médio. Agora, ele servirá apenas para ingresso em curso superior em diversas instituições.

Uma novidade é que os cadernos das provas já virão identificados com o nome do candidato na capa e no cartão de respostas.

Aumento na taxa de inscrição

O novo valor da taxa surpreendeu muitas pessoas, afinal, houve uma correção de 20%. O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) divulgou que o aumento foi necessário para arcar com as despesas operacionais; o órgão chegou a informar que há um custo de R$ 91,49 por participante e que, por isso, não dava para manter o mesmo preço.