Às 10h desta manhã desta segunda-feira (8) serão abertas as inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os candidatos deverão fazer as inscrições exclusivamente pela internet no site oficial do exame.

As inscrições ficarão abertas até as 23h59 do dia 19 deste mês. Com novas mudanças este ano, o #ENEM passa a cobrar uma taxa de #Inscrição de R$ 82 e as provas passarão a ser aplicadas em dois domingos, que serão realizadas em 5 e 12 de novembro.

Os candidatos devem ficar atentos e preencher corretamente os dados solicitados durante a inscrição. Dentre algumas dessas informações que são fornecidas pelo candidato estão os números de telefones fixos ou celular e o e-mail, que devem estar atualizados a fim de que o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) consiga entrar em contato com o candidato para quaisquer informações que surgir.

Publicidade
Publicidade

Durante a inscrição, o participante precisa informar uma senha com o número mínimo de seis caracteres e o máximo com dez. O candidato deve manter sua senha guardada, pois em 2018 vai usá-la para acessar o resultado e conferir o desempenho nas provas. Também será usada para que o candidato se inscreva nos processos seletivos que aproveitam a nota do Enem. Entre esses processos seletivos, estão o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e o Programa Universidade para Todos (ProUni).

De acordo com Eunice Santos, diretora de Gestão e Planejamento do Inep, é imprescindível que o participante guarde bem a sua senha, pois a mesma será solicitada em outros momentos.

Quem terá direito a isenção da taxa de inscrição

Este ano estarão isentos da taxa de inscrição três grupos. O primeiro são os estudantes de escola pública que concluirão o Ensino Médio no ano letivo vigente, com a isenção sendo automática.

Publicidade

O segundo grupo beneficiado com a isenção são as pessoas de baixa renda econômica, que podem declarar no momento da inscrição a situação financeira da família.

Não obstante, essas pessoas precisam estar inclusas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). Há ainda um terceiro grupo que também pode solicitar a isenção da taxa, que são as pessoas que têm uma renda familiar igual ou inferior a um salário mínimo e meio (R$ 1.405,50).

Entretanto, além de possuírem essa renda, devem ter estudado o Ensino Médio todo em escolas públicas ou ter recebido bolsa integral em alguma escola privada de ensino. As exigências estão baseadas na Lei 12.799/2013. #enem2017