Publicidade
Publicidade

Após um mês de férias em casa com a família, as crianças se preparam para retomar à rotina escolar. Ansiedade, medo, alegria, saudade, são sentimentos que podem ser experimentados neste recomeço.

Retomar a confiança e readaptar-se à rotina das aulas requer das crianças mudanças que podem ser facilmente assimiladas ou que signifiquem desafios corporais, afetivos e cognitivos.

Neste sentido, os jogos psicomotores oferecem um recomeço prazeroso na medida em que propiciam a oportunidade de tocar em aspectos primordiais para o desenvolvimento infantil, como a relação consigo mesmo, com o outro e com o mundo ao seu redor.

Confira agora 07 atividades lúdicas para fazer na escola no retorno às aulas:

Roda de saudações – Uma #criança de olhos vendados no círculo, enquanto as outras ficam em círculo em volta da mesma de mãos dadas.

Publicidade

Cantar músicas conhecidas pelas crianças enquanto a roda gira. Quando a música parar, a criança que está no meio no círculo deverá se dirigir a algum colega da roda. Ao tocá-lo e cumprimentá-lo deverá tentar descobrir quem é o colega, observando sua voz e características físicas exploradas pelo tato. Alternar a criança do centro da roda e retomar a #Brincadeira.

Aspectos trabalhados: afetividade, percepção tátil e auditiva, socialização, comunicação.

Passeio de pares – Formar duplas ou trios de crianças, de acordo com suas preferências afetivas. Explicar a brincadeira que consiste em passear pela sala, com uma ou duas pernas presas a dos colegas. As crianças deverão coordenar seus movimentos, seguindo o ritmo da música proposta pelo professor, ora mais lenta, ora mais agitada.

Aspectos trabalhados: socialização, cooperação, afetividade, orientação espaço-temporal, coordenação motora, limite.

Publicidade

Passeio de barco – Com as crianças sentadas em cadeiras num círculo, o professor convidará para passear de barco, seguindo os comandos: “Virar à esquerda!” – todos deverão mudar para a cadeira da direita. “Virar à esquerda!” – todos deverão mudar para a cadeira da esquerda. “Olha o tubarão! - Todos deverão trocar de lugar e sentar em qualquer cadeira. Neste momento o professor deve sentar em uma das cadeiras. A criança que ficar sem assento, deverá continuar a brincadeira, no meio da roda. Manter a atividade enquanto houver interesse.

Aspectos trabalhados: socialização, orientação espaço-temporal, coordenação motora, lateralidade, comunicação.

Corpo dançante – Organizar as crianças em círculo. Propor uma brincadeira dançante, na qual cada criança deverá observar o comando e exemplo do professor que, iniciará a dança com uma parte do corpo. Primeiro dança só com as mãos, enquanto o restante do corpo fica parado. Em seguida, acrescentar outras partes até que o corpo inteiro se movimente.

Publicidade

O professor também pode fazer combinações, como dançar somente com a cabeça e o pé.

Aspectos trabalhados: ritmo, socialização, esquema corporal, percepção auditiva e visual.

Bexigas da amizade – Distribuir bexigas coloridas para as crianças que deverão jogar as mesmas para o alto e dançar sem deixar que elas caiam no chão. Quando a música parar cada criança deverá segurar um balão de qualquer cor. Em seguida, se agrupar rapidamente pela cor do balão. Ao formarem os grupos o professor solicitará que as crianças digam os nomes dos participantes de cada grupo. Refazer a dança algumas vezes, sempre pedindo que as crianças verbalizem o nome dos colegas.

Aspectos trabalhados: ritmo, socialização, percepção auditiva e visual, cooperação.

Roda da amizade– Organizar as crianças em círculo sentadas no chão. Preparar uma caixinha com algumas tarefas para serem realizadas pelas crianças. Sugestões: abraçar 3 colegas de quem estava com muita saudade; dar 1 beijo em 1 colega, fazer cócegas em 3 colegas, cochichar no ouvido de alguém um elogio,etc.

Aspectos trabalhados: afetividade, socialização.

Pano maluco - Em local amplo, organizar as crianças em volta de um tecido grande. As crianças ficam de pé segurando o tecido. Colocar uma bola sobre o tecido e explicar que ao sinal do professor todos devem sacudir o tecido sem deixar que a bola caia no chão. Será necessária a colaboração de todos para a realização da atividade. Caso a bola caia, o professor deve recolocá-la sobre o tecido. Contar de 1 até 10 enquanto o tecido é agitado.

Aspectos trabalhados: colaboração, coordenação motora, contagem oral. #Educação