Com o mercado buscando profissionais mais capacitados, a sociedade deseja se graduar, pós-graduar e doutorar em suas áreas. Com a baixa oferta dos setores públicos de ensino, restam programas que garantam a vaga em faculdades particulares ou as altas mensalidades para garantir um bom currículo.

A busca é o diploma.

Em grupos de redes sociais pessoas dizem: “não aguento mais os problemas desta faculdade, quero meu diploma, só isso!” O cansaço dos clientes varia. Falta de professores capacitados, de compromisso com a cidadania, falta de estrutura nas salas e laboratórios e principalmente de incentivo institucional.

Ao final do curso, no sexto semestre é necessário apresentar em média 220 horas de estágio supervisionado, por vezes, profissionais que trabalham como “vendedoras” e estudam “contábeis” não conseguem o documento por falta de vagas, e ficam na pendência, atrasando o processo de finalização do curso, até que saia do emprego e consiga o tal estágio.

Publicidade
Publicidade

Algumas pessoas preferem ir em busca da pós-graduação no ultimo semestre, um documento da instituição de ensino garante o inicio oportuno em outra instituição. O intitulado atestado de ultimo semestre custa em média vinte e três reais e demora em torno de quinze dias uteis para ficar pronto.

Depois que se passam os quatro ou cinco anos, o problema é maior. A pessoa se encontra graduada, mas a espera do diploma pode durar dois anos. Ninguém sabe explicar quais motivos fazem a demora, afinal quando a pessoa entra com um pedido judicial essa espera chega a cair para quatro meses. Mas o pior dos problemas está no financeiro, o diploma em uma faculdade particular custa entre duzentos e trezentos reais, à vista.

A garantia do Mec

O #MEC- Ministério da #Educação garante em seu artigo 4º do item 32 que:

A expedição do diploma considera-se incluída nos serviços educacionais prestados pela instituição, não ensejando a cobrança de qualquer valor, ressalvada a hipótese de apresentação decorativa, com a utilização de papel ou tratamento gráfico especiais, por opção do aluno

A garantia do Ministério é motivo para as ações de pequenas causas movidas por ex-alunos, as quais resolvem pela devolução do valor pago, mas a espera do retorno financeiro chega a noventa dias, sem motivo aparente.

Publicidade

O MEC faz vistoria em faculdades a cada dois anos, cursos são avaliados e após a analise é atribuída uma nota de “Conceito MEC”, além desta visita que geralmente ocorre em uma semana, avaliando laboratórios, estrutura, fazendo entrevista com alunos e alunas. É possível fazer uma denúncia no portal através do recurso “fale conosco” que encaminha a reclamação para a Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior e presta atendimento ao público por intermédio do NAPI – Núcleo de Atendimento ao Procurador Institucional e da CAPE – Central de Atendimento ao Estudante.

As reclamações de clientes, alunos e alunas são grandes, inclusive em instituições que formam à distância "EAD". O que não se sabe é de que forma o Ministério da Educação consegue atender a demanda de tantas instituições. Enquanto isso, instituições de ensino se reproduzem, assim como o numero de profissionais não capacitados, mas graduados. #2017