Aprender uma nova língua hoje em dia significa mais oportunidade de emprego, um conhecimento mais amplo de novas culturas e também uma maior abertura de mente em relação a nossa própria cultura. Não é possível avançar no aprendizado de uma língua sem vencer alguns preconceitos ou sem estar disposto a passar vergonha algumas vezes e ter os falantes nativos rindo de você uma vez ou outra. Muitas vezes, o aprendizado de uma língua para, devido a esses fatores emocionais, segundo a neurocientista Carla Tieppo, professora da Faculdade de Ciências Médicas da Santa casa de São Paulo.

Seguem algumas dicas para aprender uma língua nova, existem maneiras diferentes de estudar, mas essas dicas se encaixam para a maioria dos tipos de aprendizagem de cada pessoa:

1. Contato com a língua é fundamental

Para aprender uma língua, qualquer que seja, é importante que você entre em contato com ela através de músicas, filmes, culturas, áudio-livros.

Publicidade
Publicidade

Mesmo que no começo você não vá entender muita coisa, o nosso cérebro vai assimilando padrões que nenhuma aula de #idiomas irá te ensinar!

2. Vocabulário pessoal

Crie um vocabulário pessoal com as novas palavras que você está aprendendo. Uma agenda, um bloco de notas no papel ou digital poderão conter cada palavra nova. É uma das maneiras que pode ser útil para alguns que aprendem por meio de processos, porque você irá se lembrar da palavra talvez pela cor com a qual você a escreveu, ou também porque ela está bem no final daquela página.

3. Não desista diante das primeiras dificuldades

Isso mesmo! Estudar uma língua prevê uma série de dificuldades, e quando nos separamos com elas pensamos em desistir. Tenha certeza de que depois de enfrentá-las você vai estar um pouco mais perto do seu objetivo.

Publicidade

4. O quê? Pode repetir?

Essa dica se aplica para todos os que não têm vergonha de perguntar qualquer coisa. Se você estiver tendo aula não hesite em perguntar, porque isso vai acrescentar muito ao seu conhecimento sobre o idioma.

5. Tem que ser uma de cada vez?

Não! Geralmente há uma dificuldade enorme ao estudar a primeira língua estrangeira, mas depois dela parece que o cérebro está treinado e você vai ter menos dificuldade a mostrar para ele quem é que manda. Muitos dizem que ao estudar a terceira língua, o cérebro confunde com a segunda, é normal e faz parte. Tudo depende do nível de fluência que você deseja ter em cada idioma.

6. Leia coisas que te interessem

Nada é como aprender através daquilo que a gente gosta! Por isso, procure artigos, livros, histórias de assuntos que te interessem e você verá que irá ultrapassar a barreira da língua para entender. Nunca foque em entender palavra por palavra, mas tente captar a ideia geral.

7. Exercícios, exercícios e mais exercícios...

Não tem como negar que fazer exercícios propicia a assimilação do idioma.

Publicidade

Exercícios são maçantes, às vezes, mas algumas pessoas têm gosto por eles e praticar sobre assuntos específicos pode ajudar muito. Isso não é um segredo, mas é uma dica útil para quem quer aprender.

Por fim, se você quiser aprender um novo idioma, não hesite em procurar por #Cursos populares dados em universidades. Muitas vezes, os cursos em escolas de idiomas são caríssimos, mas poucos sabem que tanto universidades públicas como particulares possuem cursos a preços acessíveis para toda a comunidade e não só para os estudantes. #línguas