Publicidade
Publicidade

Anualmente, vários brasileiros se mudam para Buenos Aires, capital da Argentina, em busca da realização de um sonho: cursar medicina [VIDEO]. No Brasil, esse desejo é quase impossível de realizá-lo sem desembolsar uma boa quantia em dinheiro para custear a mensalidade, material e gastos pessoais, além, é claro, de muito estudo, quase nenhum lazer e incansáveis noites em claro para conseguir passar no tão temido e duro vestibular.

Para driblar as dificuldades que o curso de #Medicina estabelece, é que os jovens deixam para traz suas famílias, casa e amigos na tentativa de uma formação acadêmica na área dos sonhos e embarcam naquela que talvez seja sua maior jornada até então: morar em um país diferente, com culturas, idioma e, inclusive, a moeda distinta.

Publicidade

É um mundo novo para esses jovens, em sua maioria com 18 anos recém-completados.

Mas a universidade realmente é gratuita? E não necessita de vestibular?

A UBA (Universidade de Buenos Aires) realmente é uma instituição que, além de gratuita, não exige prova para ingresso, sendo necessário apenas a documentação com validação do #MEC (Ministério da Educação) e do MRE (Ministério das Relações Exteriores).

Mas por onde começar?

Há duas alternativas. A primeira é a contratação de uma assessoria que fará a maior parte do trabalho, como documentação, validação de documentos, inscrição na universidade. A algumas assessorias incluem até escolha de moradia.

A segunda é o próprio interessado executar todos os passos sozinho, o que pode ser bem econômico, mas também gerar alguma dor de cabeça futura se não tiver bastante atenção quanto a documentação necessária.

Publicidade

Documentos necessários:

  • RG
  • DNI Argentino
  • Histórico escolar (validado pelo MEC e MRE)
  • Certificado de Conclusão do Ensino Médio (validado pelo MEC e MRE)
  • Foto

Além disso tudo, é também preciso encontrar um lugar para morar. Esse talvez seja o passo mais difícil na Argentina, porque os aluguéis são extremamente caros e por essa razão, a maioria dos brasileiros opta por morar em casas de família ou em pensões, o que pode sair mais barato do que alugar um apartamento para viver sozinho.

Compensa?

Se colocar na ponta do lápis os gastos com um curso de medicina do Brasil e os gastos de faze o curso em Buenos Aires, vai descobrir que compensa. Mas, para isso o indivíduo precisará abrir mão de muitas coisas, inclusive família e amigos.

Quanto tempo dura?

O curso dura de seis a oito anos. Ele é dividido por ciclos e quadrimestres, o que se distingue dos cursos no Brasil, que são separados por semestres.