É impossível imaginar o que aconteceu mas Neymar está sim fora da Copa. E o pior, é que a FIFA pode não punir o jogador colombiano que causou a falta. O que a CBF pode e vai tentar fazer é recuperar Tiago Silva e anular o cartão amarelo recebido na partida e insistir em um julgamento desportivo. Sim, porque a jogada de certas confederações é esta: sem ambos no campo, seria mais fácil a vitória de algum europeu ou sul-americano sem ser os donos da casa.

A joelhada proposital causada por Zuniga foi somente uma extensão de uma série de faltas com lesões que começara já no jogo contra o Chile, onde o jogador teve que usar uma joelheira para entrar na partida de sexta-feira.

Publicidade
Publicidade

Quem viu a mesma, deve perceber que Neymar foi até o fim da partida mesmo com as faltas cometidas pelo pessoal do Atacama. Ainda que muitos achavam que o atacante seria um tanto irresponsável como outras estrelas, ele viu que a responsabilidade e o respeito com o torcedor são as palavras-chave acima de tudo.

Neymar agiu como Charlie Chaplin. O ator, que sofreu muito na infância e foi parar nos EUA no início do século XX, sempre falava que somente a realidade e a coerência podiam conquistar o público. Diferente de outros que somente acham o sucesso o alvo, Neymar sempre foi simples, como se fosse alguém que todos os restaurantes podem enviar todos os pratos mais chiques; porém é o arroz com feijão que chama a sua atenção.

Infelizmente, nosso herói deverá ficar seis semanas em repouso absoluto.

Publicidade

Um herói que ama o que faz e sua pátria. E seu choro, o abandono ao seu grupo...