Não sou comentarista esportivo e na verdade nem entendo muito de futebol, sou administrador, e analiso o resultado do jogo do dia 08 de julho entre Brasil e Alemanha, do ponto de vista organizacional, neste contexto comento o que segue:

. Falta de liderança.

. Excesso de emoções, devido ao incidente com Neymar Junior.

. Falta de conexão entre a equipe em campo.

. Falta de sinergia entre os jogadores.

. Falta de amadurecimento da equipe.

A equipe vem mostrando desde os amistosos que o técnico Luiz Felipe Escolari é um profissional de capacitado, porém, o podemos observar que não é um líder que não sabe ouvir e toma decisões praticamente sozinho, o que é muito ruim quando se trabalha em equipe.

Publicidade
Publicidade

Hodiernamente, qualquer clube esportivo possui uma ampla rede de profissionais que atuam no meio esportivo, os quais trabalham em conjunto com o técnico para que as decisões não recaiam somente sobre ele; e essa rede de assessores e auxiliares serve para observar, pesquisar, estudar a atuação da equipe e opinar em prol do aprimoramento de todo o grupo.

Outro ponto é a emoção, entendo perfeitamente que o ocorrido com o Neymar foi algo muito ruim para o grupo, contudo, o técnico e sua equipe, inclusive, de psicólogos, desenvolver seções de terapia em grupo e individual com vistas a superar o ocorrido e elevar a moral da equipe, mostrando-lhes que o desfalque de uma peça, mesmo que seja fundamental, não pode afetar o desempenho do restante, precipuamente, sabendo que o colega já esta fora de risco, sendo medicado e em plena recuperação.

Publicidade

O mais grave de tudo foi a falta de sinergia da equipe, logo após terem levado o primeiro e segundo gols, a equipe demonstrou claramente que perdeu a sinergia e o vigor em campo, naquele momento o técnico deveria pedir tempo, como ocorrem em outros jogos, para que pudesse modificar as estratégias em campo e providenciar, urgentemente a substituição de jogadores.

A Seleção Brasileira necessita da formação de um grupo que trabalhe em conjunto com o corpo técnico, buscando o aprimoramento da equipe, convivendo diuturnamente, entretanto, o que sempre acontece é que logo após o término da copa, os jogadores migram para seus clubes de origem e perdem a convivência e similidade que conquistaram durante a o evento, falta amadurecimento do grupo, falta convivência e intimidade entre o grupo.

A CBF, vem sendo administrada por politicagens, assim como também o País, entendo que a administração pública deva ser conduzida por políticos, porém, não necessariamente os condutores dos departamentos envolvidos diretamente na execução das tarefas administrativas, tanto táticas quanto estratégicas, devam ser escolhidas por politicagem, ou seja: que escolham e elejam para a efetiva administração dos órgãos que compõem o Estado, verdadeiros profissionais, cada um em sua área de atuação, para que a administração seja realizada com profissionalismo, sem beneficiar aquele ou outro amigo que conquistou certa quantidade de votos.

Publicidade

Enquanto o Brasil for conduzido pela politicagem, a população estará pagando um preço muito alto e obtendo um beneficio muito aquém do que lhes necessita.