Domingo, 23 de novembro, após vencer o Goiás por 2x1 no Mineirão, o Cruzeiro conquistou seu quarto título Brasileiro. Vamos relembrar as quatro conquistas:

Para começar, vale lembrar que a CBF considera hoje em dia a Taça Brasil e o Roberto Gomes Pedrosa como títulos Brasileiros. Em 1966, o Cruzeiro impede o hepta campeonato do Santos de Pelé e cia.

A Taça Brasil era um torneio semelhante à atual Copa do Brasil. Era disputada pelos campeões estaduais. Depois do Bahia vencer em 1959, o Palmeiras venceu a segunda em 1960. Depois disso só deu Santos, até que em 1966 os santistas encontraram uma equipe jovem que havia sido Campeã Mineira em 1965.

Publicidade
Publicidade

Esse time tinha craques que se eternizariam no futebol nacional e mundial: Tostão, Dirceu Lopes e Piazza.

Na primeira partida, o primeiro tempo termina com inacreditáveis 5x0 para a equipe celeste. No segundo tempo, o Santos reage, faz dois gols, mas o Cruzeiro fecha o placar com 6x2.O regulamento previa que se cada equipe vencesse um jogo, haveria um terceiro jogo em campo neutro. Na segunda partida, no Pacaembu, em São Paulo, o Santos vencia, mas o Cruzeiro vira para 3x2 e conquista o Brasil.

No meio tempo até o título de 2003, o Cruzeiro conquistou a América duas vezes (76/97) e duas vezes a Supercopa dos Campeões da Libertadores (91/92), quatro Copas do Brasil (93,96,2000 e 2003) e diversos títulos estaduais.

Em 2003, chega Vanderley Luxemburgo, com ele craques como Alex, David, Zinho e promissores como o zagueiro Edu Dracena.

Publicidade

Era a primeira vez que o Brasileirão era disputado com pontos corridos, com um início fulminante e sempre se mantendo na frente do Santos, até que os dois se enfrentaram no Mineirão, com goleada Cruzeirense por 3x0. Desde então o Cruzeiro foi se mantendo à frente até o jogo contra o Paysandu no mineirão: 2x1, gols de Zinho e Motas. O Cruzeiro chegou a 100 pontos e como havia conquistado naquele ano o Mineiro e a Copa do Brasil, ganhou a Tríplice coroa.

Em 2013 chega à Toca da Raposa Marcelo Oliveira. Depois de um belo trabalho no Coritiba, traz com ele Everton Ribeiro. Everton começou como lateral esquerdo no Corínthians, mas na meia esquerda achou seu lugar em campo. Junto com Ricardo Goulart, forma uma das melhores meias na história Cruzeirense. Com Fábio fechando o gol, Willian e Dagoberto se revesando na frente ao lado de Borges,faltando ainda cinco rodadas para o fim do certame, o Cruzeiro vence o Vitória no Barradão em Salvador e conquista o título.

Em 2014, mudaram alguns personagens, mas o estilo rápido e vertical de jogo dos comandados de Marcelo Oliveira voltou a funcionar. Com uma campanha muito regular, o Cruzeiro conquistou seu Tetracampeonato ao vencer o Goiás no Mineirão por 2x1 e consagrar mais uma dinastia em sua rica história. Quarta-feira ele decide a Copa do Brasil contra seu maior rival, mas a história desse time mostra que é muito difícil vencer o Cruzeiro Esporte Clube. #Entretenimento