Hoje preparei esse artigo para falar sobre um ícone que começou desde cedo a dar dribles na vida. Minha intenção foi fazer uma breve retrospectiva sobre a vida do Rei Pelé, que ainda hoje, 02/12/2014, permanece internado em observação e é conhecido mundialmente por sua trajetória de vida e, principalmente, por suas gafes.

O que fiz foi pesquisar sobre fatos históricos e curiosidades sobre esse ídolo.Não esperem nenhum arquivo #Futebolístico, longe disso: tentei escrever de uma forma fácil e prática, para pessoas, que como eu, não entendem muito de futebol.

Em 1940 nasce Edson Arantes do Nascimento, na cidade de Três Corações, em Minas Gerais;

Aos 16 anos participa de sua Primeira Partida Oficial, em 7 de Setembro, em um jogo amistoso entre Santos e Corinthians.

Publicidade
Publicidade

Com 17 anos ainda incompletos, Pelé estreou na Seleção Brasileira.

Nota: Pelé Participou de 115 partidas pela seleção brasileira e marcou 103 gols.

Quando tinha 22 anos o jogador sofreu uma distensão muscular no jogo contra a Tchecoslováquia e ficou fora da equipe, deixando o brilho todo para Garrincha.

De 1975 a 1977 jogou no time americano New York Cosmos. Ainda no ano de 1977 foi eleito o embaixador mundial do futebol.

Após os 31 anos, teve mais títulos concedidos: "Atleta do Século" (1981) / Sir-Cavaleiro Honorário do Império Britânico (1997) - A própria Rainha Elizabeth II entregou-lhe o título - Futebolista do Século" (1999). / Jogador de Futebol do Século XX (2002)

Entre 1995 e 1998 Pelé foi Ministro dos Esportes no governo de Fernando Henrique Cardoso.

Aos 62 anos, ao ser convidado para agitar a bandeira xadrez da F-1, Pelé se distrai e começa a conversar com alguém que estava do lado, só foi perceber que Michael Schumacher já havia passado (em 1º lugar) quando o Jenson Button, que ficou em 4º, estava passando.

Publicidade

Aí já era tarde demais, não é Rei?

Aos 69, Pelé, em mais um de seus deslizes, confundiu Michael Jordan com Michael Jackson (falecido no mesmo ano), em um evento.

Aos 71, lançou o livro "Primeiro Tempo" (o Rei relata fatos e curiosidades de sua carreira) na livraria Cultural. Pelé vai embora antes do tempo previsto e deixa alguns fãs esperando do lado de fora por um autógrafo. Que gafe! A livraria ofereceu devolver o dinheiro para quem se sentisse decepcionado ou quisesse devolver o livro.

Aos 72 anos, durante a realização de um evento, Pelé tentou cantar o hino do Santos mas esqueceu a letra. Dia inesquecível para os torcedores, aposto.

Aos 73, um trecho do discurso do Pelé sobre as manifestações que ocorreram contra a Copa das Confederações: "Vamos apoiar a seleção, mesmo que a seleção não vá bem, porque nós podemos ter um tropeço nos jogos que vem pela frente e não chegar na final", completou.

Hoje, aos 74, Pelé continua internado na U.T.I do hospital Albert Einstein, apesar da evolução do seu quadro clínico.

Agora é torcer para que o Rei se recupere dessa. Boa sorte! #Famosos