Sebastian Vettel, piloto alemão de 27 anos, fez suas primeiras centenas de voltas num carro da Ferrari, o F2012, modelo utilizado por Fernando Alonso e Felipe Massa em 2012. As imagens foram feitas nesse sábado, dia 29, e foram publicadas hoje. No domingo ele se dedicou ao simulador para aperfeiçoar pontos fracos e detalhes técnicos do novo carro, o F14 T, que ainda está como modo virtual. Este foi o primeiro fim de semana como piloto da Scuderia Ferrari para Sebastian Vettel, que tem estado em Maranello desde sábado e que já começou o seu trabalho para a nova temporada.

Esta manhã, o piloto alemão participou de uma reunião com o presidente Sergio Marchionne e com o novo diretor administrativo e chefe da equipe do Departamento Sporting, Maurizio Arrivabene, com quem havia feito um acordo sobre o trabalho para a equipe, a curto e médio prazo.

Publicidade
Publicidade

Sebastian também se reuniu com vários engenheiros, entre eles James Allison, com quem analisou os dados recolhidos no sábado e domingo e montou um cronograma de trabalho adequado, visando uma Ferrari de volta ao nível de desempenho exigido. "Certamente foi um dia fantástico" disse Vettel. " Eu lembro que estive aqui quando criança, passando por Maranello e tentando olhar através da cerca; agora estar aqui, oficialmente, e como parte da equipe é fantástico. A oportunidade de conhecer o carro e a equipe foi uma experiência única. Obviamente é uma cor muito diferente para mim, tudo é vermelho! Mas é realmente algo especial e estou ansioso pelos desafios que virão pela frente''.

E continuou: "Estamos no inverno aqui e senti muito frio em algumas voltas, mas o sentimento é grande, é muito agradável estar no carro, de novo.

Publicidade

Lembro dos meus 11 ou 12 anos, quando estava a observar Michael correr nesta pista. Você sabe que há um monte de contos de fadas sobre Ferrari e sobre como você se sente ao dirigir um carro vermelho. No final, só posso confirmar que estes contos não são apenas uma história, e sim uma verdadeira lenda. É muito especial tornar-se parte disso e estar dentro do carro, ver as pessoas chegando, correndo para a pista e tentar escalar as paredes para ver o carro. Por isso, é definitivamente uma coisa muito mágica. É algo que aconteceu hoje, que eu nunca vou esquecer." #Automobilismo