A grande final do Super Bowl XLIX acontece neste dia 1° de fevereiro, domingo, no estádio University of Phoenix, em Glendale, no Arizona.

O atual campeão Seattle Seahawks tentará manter sua hegemonia contra o New England Patriots. Mesmo que este jogo seja aguardado e festejado nos Estados Unidos e mundo afora, existe outro lado deste grande evento que o torna incrivelmente grandioso, por ser um negócio altamente rentável - e para os americanos isso importa muito. O Super Bowl faz com que toda a nação se mobilize. Milhões de espectadores não só nos EUA, mas por todo o globo estarão assistindo. Um espetáculo com show musical, festa e bilhões de dólares em comerciais - o Super Bowl é tudo isso.

Publicidade
Publicidade

Outro aspecto impressionante deste confronto são os comerciais. Em 2014, 30 segundos de uma inserção custava US$ 4 milhões. Já a transmissão movimentou US$ 331,8 milhões. Na final deste domingo, as entradas publicitárias de 30 segundos valerão US$ 4,5 milhões, com percentual de aumento de 12,5% em relação ao ano passado. Todos os espaços comerciais foram vendidos, totalizando a soma de US$ 359 milhões.

As empresas que anunciam contabilizam retorno enorme. A cerveja Budweiser Puppy Love teve seu comercial visto por 55 milhões de pessoas no YouTube. Segundo jornalistas especializados, o investimento de US$ 4,5 milhões para os comerciais pode render ate US$ 7,7 milhões, representado pelo massivo consumo dos produtos veiculados. Ou seja, anunciar num evento desta grandiosidade significa lucro certo.

Publicidade

A audiência da transmissão pela TV, conforme dados do instituto Nielsen, alcançou 112,2 milhões de americanos. Uma audiência que representa pouco mais de 35% da população do país. Em todo o mundo, cerca de 169 milhões de pessoas acompanharam o jogo, transmitido para 180 países.

Aqui no Brasil, a cada ano que passa, a National Football League (NFL) aumenta o número de adeptos, com um crescimento gradativo ao longo das 2 últimas décadas. A final ainda é a maior atração para os adeptos do futebol americano no Brasil. A transmissão do Super Bowl, com a empolgação da final da temporada do esporte, ganha cada vez mais audiência. #Entretenimento #Negócios