Éverton Ribeiro pode deixar o Cruzeiro este ano. O jogador é um dos principais responsáveis pelo time mineiro ter conquistado o Campeonato Brasileiro de 2014, após uma ótima campanha. O meia-direita, de 25 anos, recebeu uma proposta irrecusável do #Futebol árabe.

Atualmente, seu salário no Cruzeiro gira em torno de 300 mil reais. Na proposta feita por um clube dos Emirados Árabes, ele receberia um salário de quatro milhões e meio de euros por ano (algo em torno de treze milhões e meio de reais), cerca de um milhão e cem mil reais mensais.

Valdir afirmou que a proposta, originada de Dubai, de 8 milhões de euros (vinte e quatro milhões de reais) por sessenta por cento dos direitos do meia (fatia que pertence ao Cruzeiro), foi recusada.

Publicidade
Publicidade

E declarou que ouviu do presidente do clube, que a saída do jogador só aconteceria se o valor da proposta aumentasse para 10 milhões de euros. Os agentes de Éverton também informaram que havia um acordo para liberar o jogador por essa quantia, mas Gilvan nega a informação.

Em reunião com o empresário Robson Ferreira, a diretoria do Cruzeiro comunicou que não aceita proposta inferior a 15 milhões de euros (quarenta e cinco milhões de reais).

O Cruzeiro desconversa sobre o assunto, mas a proposta esteve na pauta do encontro realizado nesta manhã, entre o gerente de futebol, Valdir Barbosa; o presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares; e o supervisor de futebol, Benecy Queiroz.

Cruzeiro e Seleção Brasileira

Éverton Ribeiro foi peça fundamental para que o Cruzeiro conquistasse o Campeonato Brasileiro pelo segundo ano consecutivo.

Publicidade

Ele recebeu o prêmio de Craque do Brasileirão 2014. E já foi convocado duas vezes para atuar em amistosos pela Seleção Brasileira.

Se sua saída for confirmada, esta será a segunda baixa no Cruzeiro para a temporada 2015. No início do mês, o lateral-esquerdo Egídio, foi vendido para o Dnipro Dnipropetrovsk, da Ucrânia. Time na qual atuam os jogadores brasileiros Douglas, zagueiro (ex-Vasco); Léo Matos, meio- campo (ex-Figueirense) e Matheus, atacante (ex-Itabaiana).